Embratur

Trabalho intenso marcou estande da Embratur na Fitur

por — publicado 20/01/2017 00h00,
última modificação 20/01/2017 12h32

Foto por: Embratur

Movimentação no estande Brasil na FITUR

Movimentação no estande Brasil na FITUR

Espaço foi compartilhado com 40 coexpositores para a promoção dos multiprodutos turísticos brasileiros

Muita intensidade. Foi a definição mais ouvida entre os cooperados da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) quando se referiam aos trabalhos realizados durante a FITUR em Madri, na Espanha, uma das maiores feiras de turismo do mundo. Os operadores, representantes de destinos, de companhias aéreas e dos Estados que participaram do estande do Instituto não pararam de receber clientes com propostas e pedidos de informações sobre opções turísticas no Brasil.

"Sabemos que o País enfrenta grandes dificuldades, mas nosso potencial é conhecido e reconhecido mundialmente. Além disso, nosso trade tem maturidade suficiente pra entender que o importante é estar presente e arregaçar as mangas. É o que está acontecendo aqui. Nossa equipe enfrentou alguns problemas, mas conseguiu instalar tudo em tempo hábil e o resultado é esse: mesas cheias, todos cansados, mas contentes por sentirem que bons negócios virão", resumiu o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, que participou da feira e de outros eventos de entidades internacionais de turismo na sua passagem pela Espanha.

A FITUR teve início no dia 18 de janeiro e vai até o próximo dia 22. Em 2017, a Feira Internacional de Turismo comemora a sua 37ª edição e já está consolidada como um ponto de encontro para profissionais de turismo de todo o mundo. Na última edição, o evento quebrou recorde de participação com mais de nove mil empresas expositoras de 164 países e regiões e mais de 100 mil visitantes não profissionais.

Este ano foi definido pela ONU como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, um dos grandes eixos de discussão na FITUR e tema constante nas programações.

O estande Brasil foi compartilhado pela Embratur com 40 coexpositores para a promoção de multiprodutos turísticos brasileiros. “Participar da feira, que é referência mundial em turismo, e mostrar o que o Brasil tem de melhor é uma grande oportunidade de atrair mais turistas estrangeiros para o nosso País e avançar no desenvolvimento do turismo, tão debatido e defendido pela Embratur e pelo governo brasileiro”, finalizou Lummertz.

Voltar ao topo