Embratur

Salvador busca captação de mais turistas internacionais

por — publicado 07/03/2018 00h00,
última modificação 07/03/2018 18h40

Foto por: Pablo Peixoto/Embratur

Marco Lomanto da Embratur e Isaac Edington da SALTUR

Marco Lomanto da Embratur e Isaac Edington da SALTUR

Presidente da Salvador Turismo apresentou à Embratur plataforma de eventos da cidade buscando parceria na promoção externa

O presidente da Empresa Salvador Turismo (SALTUR), Isaac Edington, apresentou quarta-feira (07) a renovada plataforma de eventos da capital baiana, organizada pela entidade.  De acordo com o dirigente, Salvador promove, anualmente, mais de 40 eventos culturais que atraem turistas do Brasil e do mundo inteiro, como o Carnaval, por exemplo. 

O presidente da SALTUR detalhou os novos equipamentos turísticos e tecnológicos de Salvador, que envolvem atrações históricas e projetos novos, como o Museu do Carnaval.  Além disso, estão previstas possíveis parcerias da entidade com a Embratur para divulgar a "nova Salvador” no cenário internacional.

O chefe da Assessoria de Projetos e Parcerias da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Marco Lomanto, afirmou que o objetivo principal do encontro foi estabelecer uma conexão para que a agenda de eventos da cidade seja inserida nas ações de promoção do Instituto em mercados internacionais.

“Neste primeiro momento, a ideia é trocar experiência sobre a realização dos festejos e, principalmente, promover atrativos que chamem a atenção dos turistas nacionais e internacionais. A capital [Salvador] respira cultura, é acostumada a receber viajantes do Brasil e do mundo inteiro e merece holofotes para suas ricas atrações anuais”, disse o representante da Embratur. 

Empresa Salvador Turismo

A SALTUR é uma empresa pública ligada a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura (Secult), cujo objetivo é fomentar as atividades turísticas da cidade, promovendo Salvador como destino nacional e internacional, oferecendo aos visitantes e à comunidade infraestrutura e serviço de qualidade, gerando emprego e renda para o município.

 

Voltar ao topo