Embratur

Promoção integrada do turismo da América do Sul na Ásia ganha fôlego com novo voo

por — publicado 06/07/2018 00h00,
última modificação 06/07/2018 08h16

Foto por: Embratur

Coordenador Alisson Andrade, Stephane Perard, Fernando Schmidt e Hubert Frach

Coordenador Alisson Andrade, Stephane Perard, Fernando Schmidt e Hubert Frach

Embratur participa do lançamento das novas frequências entre Dubai e São Paulo e defende o aumento de conectividade aérea do Brasil e a promoção integrada do continente

A companhia aérea Emirates Airlines lançou nesta quinta-feira (5), em São Paulo, o novo voo que liga Dubai a São Paulo, com extensão até Santiago, no Chile. O início da operação das cinco novas frequências semanais aconteceu ontem (4) e vai ao encontro das ações de promoção internacional da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) já que amplia a conectividade aérea do Brasil com o importante mercado asiático e incentiva a promoção integrada do turismo da América do Sul na Ásia.

O coordenador-geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Turismo da Embratur, Alisson Andrade representou a presidente do instituto, Teté Bezerra no lançamento do voo e enfatizou a importância de novas rotas ligando o Brasil e o continente sul-americano com a Ásia. “O mercado asiático é estratégico, pois desponta como grande emissor global. Novos voos, aliados a ações da Embratur para abertura deste mercado, são pontuais para o aumento no número de turistas internacionais no Brasil e, consequentemente, na América do Sul”, afirma.  

Com o início da operação, serão ao todo 12 voos por semana ligando Dubai à São Paulo. O evento de lançamento aconteceu no Aeroporto Internacional de Guarulhos e contou com a participação do embaixador do Chile, Fernando Schmidt, do vice-presidente comercial da Emirates, Hubert Frach e do diretor-geral da Emirates no Brasil, Stephane Perard.

Segundo Perard, o novo voo representa mais um passo estratégico da companhia na América Latina e vai estimular o fluxo turístico entre os três países envolvidos. “As novas frequências fazem parte da estratégia de crescimento de desempenho no continente, vão permitir maior acessibilidade e estimular o volume de turistas chilenos no Brasil. Além disso, acredito que será surpreendente o aumento no número de turistas do Emirados Árabes visitando o Brasil”, garante.

O diretor da companhia destacou o acordo que isenta brasileiros e cidadãos dos Emirados Árabes da necessidade de vistos, como um fator facilitador de viagens. O termo bilateral permite que portadores de passaporte comum em visitas de turismo, negócios ou trânsito ingressem, saiam e circulem livremente pelos dois países por até 90 dias, a cada 12 meses.

PROMOÇÃO INTEGRADA

Segundo a presidente da Embratur, as novas frequências semanais ligando os Emirados Árabes Unidos, o Brasil e o Chile têm início em um momento oportuno, já que o instituto tem implementado ações de promoção turística conjunta com países vizinhos da América do Sul para mercados de longa distância.

“Novos voos são essenciais, pois conectam o Brasil a países remotos e abrem oportunidades de negócios. A promoção de destinos do continente de forma integrada possibilita o incremento conjunto do turismo na América do Sul. Já temos roteiros integrados com a Argentina e o Chile será mais um grande parceiro para atrairmos mais turistas asiáticos”, explica Teté Bezerra.

A Embratur deseja ampliar os esforços de promoção conjunta e durante o evento em São Paulo intensificou tratativas sobre o tema com o embaixador do Chile no Brasil,Fernando Schmidt. Além de Chile e Argentina, a Embratur já promoveu ações com o Paraguai e realizou reuniões com representantes do Peru para alinhar possíveis iniciativas conjuntas.

Voltar ao topo