EMBRATUR

Presidente da Embratur apresenta a Rota das Emoções aos alemães

por — publicado 10/03/2016 00h00,
última modificação 10/03/2016 15h20

Foto por: Embratur

Vinícius Lummertz, presidente da Embratur, durante explanação sobre a Rota das Emoções, na 50ª ITB Berlin

Vinícius Lummertz, presidente da Embratur, durante explanação sobre a Rota das Emoções, na 50ª ITB Berlin

Belezas naturais, infraestrutura e ampliação de voos devem potencializar o turismo internacional para o Ceará, Maranhão e Piauí 

O turismo brasileiro aposta na promoção de novos destinos com grande beleza natural para atrair ainda mais turistas de países europeus e norte-americanos. Com esta mensagem, o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinícius Lummertz, abriu nesta quinta-feira (10) apresentação da Rota das Emoções (Jericoacara/CE, Lençóis Maranhenses/MA e Delta do Parnaíba/PI) a jornalistas e operadores de turismo que participam da ITB Berlin, feira que acontece até domingo (13), na Alemanha. 

Lummertz acredita que a localização da Rota, no Nordeste do Brasil, com trajetos mais próximos da Europa e EUA, será fundamental para desenvolver esses destinos: “O turista internacional procura destinos com belezas naturais, conforto, tranquilidade e segurança. É exatamente o que temos em Lençóis, Delta e Jeri. Tudo isso a poucas horas de voo da Europa e dos Estados Unidos. Tenho certeza que todos vão adorar”. 

A Rota das Emoções integra 14 municípios do Maranhão, Piauí e Ceará, envolvendo os segmentos Sol e Praia, Ecoturismo e Aventura. Por meio dela, é possível vivenciar a cultura e culinária do povo nordestino, além de visitar paraísos naturais, como o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI) e a Praia de Jericoacoara (CE). Esses locais são ideais para a prática do windsurfe e aventura em veículos 4x4. O roteiro é resultado do Projeto da Rede de Cooperação Técnica para a Roteirização, implementado pelo Sebrae e pelo Ministério do Turismo. 

Representando o Maranhão na feira, o senador Roberto Rocha, coordenador da Frente Parlamentar da Rota das Emoções – que envolve nove senadores dos três estados –, ressaltou o esforço realizado para viabilizar grandes investimentos em infraestrutura turística nas cidades que compõem o roteiro.

 Entre os investimentos executados no Maranhão, está a retomada das obras no aeroporto de Barreirinhas, que vai beneficiar o turismo na região dos Lençóis e do Delta do Parnaíba. O equipamento está com 50% das obras concluídas e a previsão de entrega é de 90 dias. Além da construção da estrada de Paulino Neves a Barreirinhas, ligando o Maranhão à Rota as Emoções, e de Barreirinhas a Santo Amaro (MA-320). 

Por sua vez, o secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, anunciou que já foi homologada a pista do aeroporto de Jericoacara e que em outubro deste ano começa a receber voos charter direto para São Paulo e para a Europa. “Os voos comerciais começam em dezembro. O da Europa, que deve vir de Lisboa, é para começar em julho de 2017 e será semanal”, destaca o secretário. 

De acordo com o secretário de Turismo do Piauí, Flávio Nogueira Júnior, as ações desenvolvidas para beneficiar a Rota incluem a construção e urbanização do Porto dos Tatus, o asfaltamento da PI-116, que liga à praia do Arrombado, e a iluminação das praias de Maramar e Macapá. Está em construção a reserva dos pescadores e será criada a Praça do Cajueiro Rei (o maior cajueiro do mundo), em Cajueiro da Praia.  

“Todos os projetos de desenvolvimento dentro da Rota das Emoções têm o cuidado de manter o nível de preservação, pois as três regiões localizam-se em parques naturais. O projeto adotou como premissa extrema atenção e respeito ao impacto ambiental”, finaliza o presidente da Embratur. 

Rio 2016

Em relação à Olimpíada e Paralimpíada 2016, Vinícius Lummertz destacou, na ocasião, que a expectativa é manter ou superar as recentes taxas de crescimento de grandes eventos com a vinda dos europeus, sendo a Alemanha o país europeu que mais exporta turistas para o Brasil. “Esperamos entre 300 mil a 500 mil turistas estrangeiros para os Jogos”, estima. 

Pavilhão LGBT

Durante a 50ª ITB Berlin, Lummertz, acompanhado do coordenador geral de Segmentos Turísticos da Embratur, Rafael Cordeiro Felismino, esteve ainda no pavilhão LGBT, onde foi recebido por Marta Dalla Chiesa, presidente da Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes. Marta está bastante otimista com os negócios gerados pelo segmento na feira de Berlim.

Voltar ao topo