EMBRATUR

Participação da Embratur em feira internacional projeta o Brasil no mundo

por — publicado 22/01/2016 00h00,
última modificação 25/01/2016 14h25

Foto por: Divulgação

Vinícius Lummertz promove parcerias em feira internacional de turismo

Vinícius Lummertz promove parcerias em feira internacional de turismo

Instituto Brasileiro de Turismo fecha importantes parcerias na Fitur, em Madri


A participação do Brasil em uma das maiores feiras do mundo, a Fitur, obtém resultados positivos. Durante a Feira Internacional de Turismo, que ocorre até domingo (24), a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) firmou importantes parcerias com autoridades internacionais e com o trade turístico, divulgou amplamente os estados brasileiros, participou de agenda na OMT e concedeu entrevistas para canais da imprensa espanhola. 

“O turismo tem experimentado um crescimento contínuo, e estar aqui em Madri reforça a importância econômica do setor. O segmento precisa chamar a atenção, mostrar para a opinião pública o reflexo do turismo na vida das pessoas por meio de números e experiências”, declarou Vinícius Lummertz, presidente da Embratur. 

Em relação ao interesse da imprensa, Lummertz afirmou: “A imprensa espanhola tem dado amplo destaque para o Brasil neste momento, principalmente por conta da expectativa da realização da Olimpíada de 2016 no Rio. Aqui na Fitur, concedemos mais de uma dezena de entrevistas para veículos de comunicação de vários países, como a televisão espanhola TVE, o jornal Expansión, o site El Economista e rádio Marca/Paralelo 20”. 

Promoção internacional

Na OMT (Organização Mundial de Turismo), Vinícius Lummertz e o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, estiveram reunidos com o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, para tratar de segurança, promoção internacional e facilitação de vistos. 

A OMT tem elogiado internacionalmente, por meio de comunicados oficiais, a medida adotada pelo Brasil de facilitar a entrada de turistas estrangeiros no País por meio da isenção de vistos para nações estratégicas (EUA, Canadá, Japão e Austrália). Durante o encontro, o ministro Henrique Eduardo Alves destacou o fortalecimento da presença institucional do Brasil na entidade internacional ligada à ONU. Também acompanharam a reunião o diretor executivo da OMT, Márcio Favilla, e o embaixador do Brasil em Madri, Antônio Simões. 

Reunião na Embaixada do Brasil

O presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, reuniu-se com o embaixador do Brasil em Madri, Antônio Simões. A pauta teve foco na relação comercial entre Brasil e Espanha, estratégias para aumentar o fluxo turístico entre os dois países e a qualificação profissional no segmento. 

Roadshows por países da Europa e Américas

No estande montado pela Embratur na Fitur, Lummertz teve encontro com um grupo de lideranças do trade em uma ação envolvendo a iniciativa privada e o setor público para alavancar o fluxo turístico internacional em direção ao Brasil, bem como trazer investimentos em infraestrutura para o setor. 

Com o apoio do Ministério do Turismo, a Embratur, representantes de grandes operadoras e da cadeia turística realizarão roadshows por países da Europa e Américas para promover melhor o Brasil. 

Os roadshows terão dois formatos: um deles irá, a partir dos eventos já agendados, intensificar ações naquele determinado país. Portugal, que sediará a BTL Lisboa, e Alemanha, a ITB Berlim, em março deste ano, seguirão esta proposta. Em outro modelo, os grupos irão a países com potenciais investidores, como Estados Unidos e países asiáticos. A agenda detalhada será definida na feira de Portugal, de 9 a 13 de março. 

Parceria com países do Mercosul

A Fitur também serviu de palco para os ministros do Brasil, Argentina, Paraguai e Chile traçarem uma estratégia de promoção turística conjunta. Acompanhado do presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, o grupo formado pelos ministros do Turismo do Brasil, Henrique Eduardo Alves, da Argentina, Gustavo Santos, do Paraguai, Marcela Bacigalupo, e do Chile, Javiera Montes, firmou pacto de estreitarem a relação dos países por meio do setor de viagens. 

A representante do Chile, Javiera Montes, propôs a formalização da parceria com o Brasil por meio de um memorando de entendimento amplo e profundo, a ser assinado na próxima reunião do Mercosul, em abril, no Uruguai. "Os dois países sairão fortalecidos", comentou Javiera, no estande do Brasil na Fitur. Em 2015, 460 mil brasileiros desembarcaram no Chile. O Brasil, por sua vez, recebeu 330 mil chilenos no mesmo período. 

Intercâmbio turístico entre países vizinhos

No primeiro dia da Fitur, em reunião com o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, o governo federal firmou importantes parcerias para promover o turismo das duas nações de maneira integrada em todo o mundo. “A Argentina é o principal destino emissor do Brasil. Dos 6,4 milhões de estrangeiros que visitaram o país em 2014, cerca de 1,6 milhão vieram da Argentina”, informou o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz. 

A proposta do governo federal é apresentar atrações dos dois países com uma promoção única. A Argentina é o principal emissor de turistas para o Brasil. Historicamente, o país responde por mais de 20% do total de estrangeiros que desembarca no território brasileiro. Em 2014, dos 6,4 milhões de turistas internacionais, 1,74 milhão eram argentinos. Somente em 2015, os hermanos investiram US$ 60 milhões em promoção internacional, três vezes mais que o Brasil, que destinou menos de US$ 20 milhões para divulgar os destinos turísticos no mundo. 

Na avaliação de presidente da Embratur, que acompanhou a reunião, é preciso buscar fontes alternativas de receita para impulsionar o turismo internacional no Brasil. "Investimos muito menos que os nossos concorrentes diretos e, com isso, a disputa pelo acirrado mercado de viagens internacionais fica prejudicada", comentou. 

O presidente da Embratur, juntamente com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, ainda tiveram encontros com os ministros do Turismo de Andorra, Francesc Camp Torres, e do Líbano, Michel Pharaon. 

Estandes dos estados

A participação do Brasil na 36ª edição da Feira Internacional de Turismo de 2016 - Fitur, em Madri, na Espanha, também foi marcada pela exposição de oito regiões brasileiras, em parceria com a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Os destinos Amazonas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu estiveram presentes no estande Brasil, que também contou com o trabalho de promoção de representantes do setor privado, como coexpositores, entre operadores de turismo, meios de hospedagem e companhias aéreas. 

“Com essa participação, promovemos os nossos destinos turísticos, principalmente nos segmentos sol e praia, ecoturismo e aventura, cultura e esportes. Buscamos sempre expandir parcerias e alianças que contribuam para o desenvolvimento e fortalecimento da atividade turística brasileira”, destacou o presidente da Embratur. Durante a feira, Lummertz lembrou que os Jogos Olímpicos tiveram destaque no estande Brasil, por meio de totem interativo.

Voltar ao topo