Embratur

Meeting Festuris 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

por — publicado 08/11/2019 00h00,
última modificação 08/11/2019 15h14

Foto por: Embratur

Gilson Machado Neto discursa na abertura do evento, realizada nesta quinta-feira

Gilson Machado Neto discursa na abertura do evento, realizada nesta quinta-feira

Presidente do Instituto, Gilson Machado Neto, reforça estratégia de explorar o ecoturismo e o turismo de aventura como diferenciais na captação do turista estrangeiro

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, foi o primeiro palestrante do Meetings Festuris, em Gramado (RS). Nesta sexta-feira (8), ele foi o expositor do painel “A Sustentabilidade como grande incentivo a inovação dentro do turismo” e reforçou a posição do Brasil como um dos principais países na proteção ao meio ambiente.

“O próprio presidente Bolsonaro já apresentou ao mundo a relevância da sustentabilidade para o Brasil, em seu discurso na ONU. Somos o país que mais preserva no mundo e estamos trabalhando para estimular o desenvolvimento sustentável”, afirmou.

O Meeting da Feira Internacional de Turismo (Festuris) reúne cerca de 20 participantes e uma plateia com mais de 500 pessoas. Seu formato consiste em painéis, entrevistas, palestras e mesa redonda.  “Viajei com o Presidente Jair Bolsonaro e estive em diversos mercados asiáticos. O Brasil está na moda, todos falam sobre as políticas positivas do Governo Federal para estimular o turismo no Brasil e, principalmente, o ecoturismo. Somos o melhor país do mundo para praticar o ecoturismo”, relatou o presidente da Embratur aos presentes.

Gilson Machado confirmou a necessidade de diversificar a divulgação do Brasil no exterior. “O dinheiro do mundo no futuro não vai vir do petróleo, que possui validade. Vai vir do turismo. Possuímos seis biomas e uma cultura inigualável, temos que explorar”, concluiu.

O Meeting FESTURIS encerra suas atividades nesta sexta-feira. Em 2018, na sua 30ª edição, foram gerados mais de R$ 300 milhões em geração de negócios.

Abertura do evento

O presidente Gilson Machado Neto também participou da abertura da 31ª edição do Festuris Gramado – Feira Internacional de Turismo, realizada nesta quinta-feira (7), e exaltou o momento histórico do turismo brasileiro, com medidas estruturantes comandadas pelo presidente Jair Bolsonaro, no qual o Brasil passa a receber melhor atenção e investimento do mercado internacional. 

Durante seu discurso, Gilson destacou ações como a isenção de vistos, a sanção do presidente Bolsonaro à medida provisória que permite o ingresso de companhias aéreas estrangeiras ao país e a intenção de transformar a Embratur em uma agência de promoção internacional.

“O turismo, atrelado à sustentabilidade, é uma maneira de garantir a preservação não apenas dos recursos naturais, mas da cultura e da integridade das comunidades visitadas pelos visitantes brasileiros e estrangeiros. É isso que diz o Plano Nacional do Turismo, assinado por meio do Decreto 9.791, pelo presidente Jair Bolsonaro em maio deste ano. O texto prevê ´estimular a adoção de práticas sustentáveis no setor turístico´. O setor é o petróleo do futuro do Brasil”, disse o presidente da Embratur.

O Festuris será realizado até o próximo domingo. São esperadas mais de 15 mil pessoas durante todos os dias de eventos, além de uma movimentação de cerca de R$ 300 milhões em negócios. Além disso, foi registrado um crescimento de 5% na participação de inscritos, quando comparado à última edição de 2018.

Além do presidente e da representante da Embratur, a solenidade de abertura do evento contou com a presença do secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos; presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo na Câmara, deputado Herculano Passos; presidente da Abav Nacional, Magda Nassar, e outras autoridades do setor e do estado. 

 

 

Voltar ao topo