Embratur

Indicadores apontam recuperação do turismo no país

por — publicado 27/11/2017 00h00,
última modificação 27/11/2017 10h34

Foto por: Embratur

Turistas observam por do sol em Jericoacoara (CE)

Turistas observam por do sol em Jericoacoara (CE)

Receitas com turistas estrangeiros cresceram 6% no último mês e IBGE apontou aumento de 2% nas atividades turísticas em setembro relação ao mês anterior

O turismo brasileiro apresenta sinais de reação. O gasto de estrangeiros em território nacional teve salto de 6% em outubro, gerando uma receita de R$ 463 milhões. Na última pesquisa mensal de serviços, divulgada pelo IBGE, as atividades turísticas cresceram 2% no mês de setembro em relação a agosto.

“Sabemos o quanto é importante a entrada de mais receitas, para continuarmos a retomada da economia nacional. O turismo tem grande potencial para ser ainda mais importante na geração de renda e empregos no Brasil”, declara Vinicius Lummertz, presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

Os brasileiros que viajaram para fora do Brasil também gastaram mais. Em outubro, R$ 1,6 bi foi o montante gasto por brasileiros no exterior. Este valor representa aumento de 15%, se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Os índices da indústria e de serviços mostram a retomada do crescimento econômico. Isto se deve a confiança do mercado, que vê um avanço do país com as reformas que estão sendo implementadas. Para o turismo, as mudanças que modernizam o setor devem chegar logo também. O projeto de lei 2724/2015, que transforma a Embratur em agência, permite a abertura de capita das companhias aéreas para investimentos estrangeiros e mais atualização de 132 artigos da Lei Geral do Turismo deve entrar para votação em caráter de urgência na Câmara dos Deputados na próxima semana. “Ações pontuais e isoladas não vão gerar o mesmo resultado do que uma mudança completa no segmento turístico. Este conjunto de inovações pode mudar completamente o panorama do setor no Brasil”, completa Lummertz.

Atividades do turismo, regionalmente, de acordo com pesquisa do IBGE

O turismo teve crescimento de agosto para setembro no Rio de Janeiro (6,3%), Pernambuco (6,2%), Santa Catarina (2,7%), Paraná (2,1%), Bahia (1,0%), Distrito Federal (0,9%), São Paulo (0,8%), Rio Grande do Sul (0,3%) e Minas Gerais (0,2%). Em comparação a setembro do ano passado, quem teve melhor desempenho foram o Paraná, com crescimento de 10,2%, Pernambuco (7,8%), Santa Catarina (7,2%), Goiás (5,2%), Espírito Santo (4,8%), Minas Gerais (1,2%).

 

Voltar ao topo