EMBRATUR

Gasto de estrangeiros no Brasil aumenta em dezembro de 2015

por — publicado 26/01/2016 00h00,
última modificação 26/01/2016 18h01

Números apontam tendência de brasileiros por viagens nacionais e maior número de turistas do exterior

No mês de dezembro de 2015, a receita cambial referente aos gastos de turistas estrangeiros no Brasil foi de US$ 592 milhões, número 9,96% superior ao dezembro do ano anterior, quando a receita foi de US$ 538 milhões. No mesmo período, o real desvalorizou 46,7% frente ao dólar. Transformando as divisas auferidas pelo País nos meses de dezembro de 2014 para 2015, houve um crescimento em real, sem descontar a inflação, de 61,4%. Em 2014, portanto, o Brasil recebeu R$ 1,4 bilhões contra R$ 2,2 bilhões em 2015.

Para o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinícius Lummertz, este é o momento ideal para projetar o Brasil no mercado internacional e incentivar o turismo nacional: “O nosso País é convidativo para investimentos e, no que diz respeito ao turismo, boa parte dos brasileiros está transferindo as viagens internacionais por internas, movimentando a economia, gerando emprego e renda. Considerando essa variação cambial do Banco Central, podemos supor também um crescimento no número de turistas estrangeiros que visitaram o País nesse período”.  

Lummertz lembra que o setor do turismo representa 9,2% do PIB direto e induzido, empregando atualmente mais de 10 milhões de pessoas no País. Segundo ele, este impacto poderia ser ainda maior, uma vez o  País ainda é fechado para o mundo. Prova disso é que o comércio exterior brasileiro resume-se a 20% do PIB, quando em uma economia globalizada essa taxa chega a 50%.

“O turismo tem potencial para ser a alavanca da retomada de crescimento econômico brasileiro, especialmente no cenário em que o País se encontra. Investimentos em infraestrutura, qualificação profissional e parcerias público-privadas são fundamentais para que o setor receba destaque e ganhe força na agenda governamental brasileira”, completou Lummertz.

Balança comercial do Turismo

De janeiro a dezembro do último ano, os estrangeiros deixaram US$ 5,844 bilhões no Brasil enquanto os brasileiros gastaram US$ 17,357 bilhões no exterior. A diferença gerou um déficit de US$ 11,513 bilhões frente aos US$ 18.724 bilhões negativos de 2014. É o menor montante desde 2010, quando o valor ficou em US$ 10,704 bilhões negativos.

O principal motivo do recuo foi a redução significativa nos gastos dos turistas brasileiros fora do Brasil. O montante passou de US$ 25,567 bilhões para US$ 17,307 bilhões, uma retração de 32%.A receita do Brasil com a entrada de dólares pelo turismo também caiu. Passou de US$ 6.843 bilhões para US$ 5.844 bilhões, uma retração de 14,6%. De acordo com a análise técnica, a queda é fruto da valorização do dólar frente ao real e ao aumento do fluxo turístico gerado pela Copa do Mundo FIFA de 2014.  

Voltar ao topo