EMBRATUR

Embratur trabalha em cooperação com o aeroporto RioGaleão para estimular fluxo de turistas ao Brasil

por — publicado 06/07/2017 00h00,
última modificação 06/07/2017 17h02

Foto por: Embratur

Bruno Reis, gerente de desenvolvimento de passageiros, apresenta a Embratur proposta em reunião

Bruno Reis, gerente de desenvolvimento de passageiros, apresenta a Embratur proposta em reunião

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e o Aeroporto Internacional Tom Jobim - RIOgaleão estão focados no aumento dos voos de estrangeiros para o Brasil. Na última semana, foi apresentado ao corpo diretivo da Embratur a nova estrutura do aeroporto do RIOgaleão e a atuação estratégica da concessionária para fomentar o fluxo de passageiros ao Brasil, além de melhorar a experiência dos passageiros no aeroporto. 

O objetivo da reunião foi de buscar sinergia com parceiros estratégicos para apoiar a captação e promoção de novas rotas aéreas para o estado do Rio de Janeiro, fomentando ainda mais o número de turistas internacionais no Brasil. ’’Somos o único aeroporto no Brasil liderando ações de captação e promoção de voos em conjunto com os atores do trade turístico, estamos realizando ações inovadoras e disruptivas e já é possível perceber resultados para o turismo no Brasil. O trabalho integrado do RIOgaleão com a Embratur/Mtur, Rio Convention, Turisrio e Riotur tem feito a diferença", avalia o gerente de desenvolvimento de passageiros do RIOgaleão, Bruno Giovanni dos Reis. 

Além dos temas debatidos durante a reunião, alinhou-se também a estruturação de um programa para captação de voos charters para o Rio de Janeiro em 2018, em parceria com a Embratur, o Rio Convention e a Embaixada do Brasil. Em Singapura, o RIOgaleão desenvolverá um programa de benchmarking de turismo concentrado em lazer e MICE. O Benchmarking acontecerá durante ITB Ásia em 2017 e poderá contar com a participação da Embratur. "Será possível observar as melhores práticas do turismo em Singapura, desde a operação do aeroporto que é mais premiado do mundo, a estratégia de captação de eventos de Singapura, as zonas de interesse turístico e demais temas que possam interessar ao grupo de empresários que participarão da ação", complementa o diretor de inteligência turística da Embratur, Gilson Lira.

 

Voltar ao topo