Embratur

Embratur renova parceria com associação especializada em América Latina

por — publicado 06/11/2018 00h00,
última modificação 06/11/2018 13h05

Foto por: Pablo Peixoto/Embratur

Alisson Andrade, da Embratur; Danny Callagham, executivo da LATA; Maria Badakh, da Jacobs Media Group,  e Megan Greaves, da LATA, em reunião no estande da Embratur na WTM Londres 2018

Alisson Andrade, da Embratur; Danny Callagham, executivo da LATA; Maria Badakh, da Jacobs Media Group, e Megan Greaves, da LATA, em reunião no estande da Embratur na WTM Londres 2018

A LATA é uma associação que visa estimular a América Latina como destino turístico e promover o crescimento de viagens para a região

O mercado britânico envia a cada ano cerca de 150 mil turistas ao Brasil. Para que este número continue crescendo, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) renovou a parceria com a Associação Latino-Americana de Viagens do Reino Unido (LATA), que tem como foco a promoção da região no mercado britânico e europeu. Este relacionamento já existe há mais de cinco anos e tem sido fundamental para a emissão de turistas deste país, pois a associação auxilia na capacitação e promoção de informações aos agentes e operadores de viagem ingleses, escoceses, galeses e norte-irlandeses. A feira WTM, que acontece até amanhã, em Londres, capital do Reino Unido, foi o palco da reunião.

“O mercado britânico é imprescindível para o Brasil. São turistas que buscam o novo, o ecoturismo, as nossas belezas naturais e também fazer negócios. Estar ao lado de uma associação dedicada a promover viagens para o nosso continente é de extrema importância para ampliar a atuação da Embratur no exterior”, reforça a presidente da do Instituto, Teté Bezerra.

Danny Callagham, executivo da LATA, frisa que as “pesquisas indicam que os consumidores da Inglaterra e região gostam do inusitado, e veem com bons olhos a América Latina”. “Uma das preocupações que era a malha aérea, melhorou muito”, comemora Callagham.

O trabalho com a associação é composto por palestras, workshops, treinamentos e roadshows com os principais profissionais, responsáveis pela programação de viagens e eventos internacionais do mercado britânico.

“Quanto mais destaque nós tivermos para nossa diversidade de atrações, maior será a chance promover a chegada de mais turistas do Reino Unido. O nosso principal objetivo é fazer com que os agentes de viagens e operadores estejam treinados e bem informados, para sermos referência no mercado britânico”, destaca o coordenador-geral de Inteligência Competitiva e Mercadológica do Turismo da Embratur, Alisson Andrade.

 

Voltar ao topo