Embratur

Embratur projeta grande impulso no turismo internacional

por — publicado 12/02/2018 00h00,
última modificação 12/02/2018 19h26

Foto por: Embratur

Maior espetáculo da terra: o Carnaval na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro

Maior espetáculo da terra: o Carnaval na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro

Melhor Carnaval dos últimos cinco anos gerou confiança no setor

Os bons resultados no crescimento do fluxo turístico internacional em direção ao Brasil neste Carnaval, aliado as medidas de alavancagem do setor como a emissão de vistos eletrônicos para norte-americanos, canadenses, japoneses e australianos estão levando a Embratur a acreditar que o Brasil terá ano de forte crescimento do setor. O Ministério do Turismo projetou mais de 400 mil turistas internacionais neste Carnaval, além de 10,7 milhões de nacionais, representando um aumento de 15% em relação ao ano passado.


Presente no desfile das escolas de samba do grupo espacial do Rio de Janeiro, o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, acompanhado do ministro do Turismo, Marx Beltrão, destacou ainda a possiblidade de melhores dias para o setor a partir da aprovação, pelo congresso, de medidas sugeridas pelo Governo dentro do programa + Turismo, como a abertura do capital das empresas aéreas para estrangeiros, mudanças na Lei Geral do Turismo e a transformação da Embratur em agência. “ Uma só medida, como os vistos, é importante mas não e tudo. Agora, o aumento da conectividade aérea, câmbio favorável e a adoção de várias dessas medidas fazem a diferença, sim. Teremos um impulso cada vez mais forte. Assim como acontecera com a aprovação dos céus abertos, a adoção de visto eletrônico para turistas chineses e tantas outras”, resumiu Lummertz.

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) estima que 2,6 milhões de viajantes passem pelos principais aeroportos durante o Carnaval deste ano. Este número representa um crescimento de 4,7% em relação à movimentação na mesma época registrada em 2017, quando o fluxo foi de 2,5 milhões de embarques e desembarques, cerca de 100 mil a mais que em 2016. As cidades mais procuradas são Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Recife e Olinda (PE). Juntos, os seis destinos são responsáveis por 65% de toda a movimentação financeira no período: R$ 7,4 bilhões. A estimativa da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) é que as vendas dos pacotes de viagens aumentem 15% em relação ao mesmo período de 2017 até o fim do carnaval.

Além das cidades conhecidas pela folia, Foz do Iguaçu (PR) e os cruzeiros também estão na lista de opções mais procuradas nesta época do ano. No Rio de Janeiro são estimados 6,5 milhões de foliões sendo 1,5 milhão apenas de turistas nacionais e internacionais que, junto com os moradores, devem movimentar R$ 3,5 bilhões na capital. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), a expectativa é que a ocupação nos hotéis e pousadas seja de 90% durante a folia.

Voltar ao topo