Embratur

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

por — publicado 30/10/2019 00h00,
última modificação 30/10/2019 11h50

Foto por: Embratur

Brasil cumpre agenda de investimento no Oriente Médio

Brasil cumpre agenda de investimento no Oriente Médio

Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, ressalta cooperação entre os países como importante para o turismo do país. Ele sugeriu à Qatar Airways um aumento de voos entre os países

O governo brasileiro e o Catar assinaram, ontem (29), acordo bilateral para retirar a necessidade de visto de entrada para turistas nos países. A medida, que terá validade em até 60 dias, terá como foco viagens de turismo e negócios, tendo sido assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo emir do Catar, Xeique Tamin Bin Hamad Al Thani. O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, esteve presente na cerimônia e destacou a importância do acordo.

“Mais um passo para nosso país ao turista internacional. Já começamos conversa com o CEO da Qatar Airways, o senhor Akbar Al Baker, para aumentarmos o fluxo de voos internacionais entre os países”, destacou Gilson.

O Catar possui 2,6 milhões de habitantes e é o penúltimo país a ser visitado pela comitiva do Palácio do Planalto pelo oriente. Bolsonaro já esteve no Japão, na China e nos Emirados Árabes Unidos. Para Gilson, a agenda tem sido positiva para o turismo: “São dois anúncios de isenção de vistos (China e Catar) e a abertura de diálogos com diversos governos. O presidente Bolsonaro cumpre sua palavra de colocar o turismo como prioridade em seu governo”, disse o representante da Embratur.

“Diante desta notícia, já começamos nossas conversas com o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, para que a empresa possa aumentar os voos que conectam nossos países, além de sugerir que a companhia, que já possui cerca de 10% da LATAM, possa ampliar sua presença no Brasil, conectando ainda mais nossos turistas”, destacou o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.

Agenda no Oriente Médio

Ainda em visita técnica no Oriente Médio, Gilson Machado Neto discursou no domingo (27) para uma plateia de 111 empresários no hotel St. Regis, na capital dos Emirados Árabes, Abu Dhabi. O presidente Jair Bolsonaro reforçou a perspectiva de investimentos na área de infraestrutura, em especial nos projetos do Programa de Parcerias de Infraestrutura (PPI). Durante sua fala, o presidente da Embratur apresentou atrativos, destinos e a promoção internacional do turismo brasileiro desenvolvida pela autarquia, e destacou a importância do setor para o desenvolvimento da economia do Brasil.

“Pela primeira vez, temos um presidente que reconhece e sabe do protagonismo do setor de Turismo para a recuperação econômica do nosso país. O presidente Jair Bolsonaro abriu as portas do Brasil para novos investimentos. No setor de Turismo, dentre tantas medidas já conquistadas, abriu para companhias aéreas estrangeiras, aplicou a isenção de vistos para países estratégicos e está tornando o Ecoturismo cada vez mais um atrativo para o turista internacional”, disse o presidente da Embratur.

A comitiva comandada pelo presidente Jair Bolsonaro também esteve em Riade, na Arábia Saudita, onde foi recepcionada pelo príncipe herdeiro do país, Mohammed bin Salman. O objetivo de Bolsonaro é atrair investidores, em especial para os projetos de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos. Os países dessa região são donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades em países emergentes.

 

Voltar ao topo