EMBRATUR

Embratur contribui para desenvolvimento turístico da Rota das Emoções

por — publicado 26/01/2016 00h00,
última modificação 26/01/2016 18h02

Foto por: Divulgação: Governo do Maranhão

Vinícius Lummertz destaca a importância da região para o turismo durante relançamento do projeto

Vinícius Lummertz destaca a importância da região para o turismo durante relançamento do projeto

Roteiro pelo Nordeste receberá destaque no estande do Brasil na ITB Berlim, maior feira de turismo de aventura do mundo

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e os estados do Maranhão, Piauí e Ceará vão incentivar operadores e empresários do turismo a investir na Rota das Emoções, roteiro turístico que passa por 14 cidades do Nordeste brasileiro. O esforço conjunto acontecerá durante a ITB Berlim, maior feira de turismo de aventura do mundo, que será realizada em março. A ideia, proposta pelo presidente do Instituto, Vinícius Lummertz, foi aprovada pelos governadores e pelo secretário executivo do Ministério de Turismo, Alberto Alves, durante solenidade de relançamento do projeto, nesta terça feira (26), em São Luís.

Na oportunidade, os estados oficializaram a reativação da Agência de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS), que visa promover, capacitar e fortalecer as unidades federadas envolvidas. "Essa rota, com toda sua potencialidade de belezas naturais e de adequação ao turismo de aventura, é um produto com grande capacidade de aceitação no mercado internacional. A retomada do consórcio entre os estados e da agência executiva é um importante passo para atrair investidores e operadores de viagem em geral", afirmou Lummertz.

Lummertz sugeriu a realização de roadshows para apresentar a Rota das Emoções tanto pelo país quanto no exterior. O presidente da Embratur também indicou apoio no esforço de divulgação e de utilização de ferramentas digitais para alavancar o roteiro, estratégia amplamente utilizada pelo Instituto para alcançar turistas em todo o mundo. “Esse é um produto que pode fidelizar ainda mais turistas e o Nordeste tem grande potencial de atração dos visitantes estrangeiros que procuram sol, praia, natureza, ecoturismo e aventura”, enfatizou o presidente do Instituto.

Rota das Emoções

A Rota das Emoções integra 14 municípios do Maranhão, Piauí e Ceará, envolvendo praia, ecoturismo e aventura. Por meio dela, é possível vivenciar a cultura e culinária do povo nordestino, além de visitar paraísos naturais, como o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba (PI) e a Praia de Jericoacoara (CE). Esses locais são ideiais para a prática do windsurfe e aventura em veículos 4x4. O roteiro é resultado do Projeto da Rede de Cooperação Técnica para a Roteirização, implementado pelo Sebrae e pelo Ministério do Turismo. 

O posicionamento da Rota das Emoções está inserido no esforço de promoção, marketing e apoio à comercialização do País no exterior, previsto na agenda da Embratur. Entre as diversas ações desenvolvidas em 2015, foi promovida press trip para divulgar o roteiro na Itália. A estimativa é que o programa tenha atingido mais de quatro milhões de espectadores da maior rede de TV aberta daquele País, a RAI TV.

“A Rota das Emoções, que reúne três importantes estados da região, tem tudo para ser um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Este momento marca a retomada das ações conjuntas dos governos para desenvolver esta importante região para o turismo nacional”, disse o governador do Maranhão, Flávio Dino.

Plano Estratégico

Em junho de 2015, o Ministério do Turismo, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), governos e unidades do Sebrae dos três estados, apresentou um plano com diretrizes estratégicas e operacionais para o desenvolvimento sustentável do turismo na região da Rota das Emoções. O documento sugeria ações para fortalecer a gestão regional cooperada, qualificar os produtos turísticos existentes e melhorar a estruturação dos destinos contemplados. 

Durante o evento desta terça-feira, o secretário executivo do Ministério, Alberto Alves, afirmou: “O MTur vê com grande entusiasmo a retomada da Agência. Estamos participando desde o início desse projeto, ao contratar a pesquisa, que apontou os rumos desse modelo integrado”. Alves destacou, ainda, que a Pasta investiu mais de R$ 10 milhões em obras de infraestrutura nas cidades dos três estados da rota. 

Voltar ao topo