Embratur

Embratur atende imprensa internacional e debate turismo de aventura no Brasil

por — publicado 17/09/2019 00h00,
última modificação 17/09/2019 18h14

Foto por: Embratur

Presidente da Embratur concede entrevista a jornalistas internacionais, na Suécia

Presidente da Embratur concede entrevista a jornalistas internacionais, na Suécia

Entrevistas fizeram parte da participação brasileira na ATWS 2019, em Gotemburgo (Suécia)

Como parte de sua agenda na Adventure Travel World Summit (ATWS), o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, respondeu questionamentos da imprensa internacional credenciada no evento. Acompanhado de Rafael Luisi, chefe da Assessoria de Gestão Estratégia da autarquia, Gilson exaltou a biodiversidade única brasileira, propícia para quem busca explorar a natureza. “Não tenho dúvida da nossa capacidade de ser o principal destino do ecoturismo e de turismo de aventura do mundo. Temos uma natureza sem igual, que aliada com a gestão do turismo do Governo Jair Bolsonaro, irá alavancar o setor”, afirmou.

Gilson lembrou que o Brasil possui a maior biodiversidade do mundo e características únicas. “Temos, por exemplo, um litoral belíssimo, 66% das florestas intocáveis, mais de 400 tribos indígenas, energia limpa. Ou seja, uma série de atrativos que torna a experiência do turista em algo único e inesquecível”.

O presidente da Embratur pediu para que os jornalistas fossem de perto acompanhar a situação do país, principalmente da Amazônia, para não cair em fake news. Reforçou a medida do Governo de retirar a necessidade de visto para turistas americanos, canadenses, japoneses e australiano. “Queremos que o mundo conheça nossas belezas e que o Governo Federal agora trata turismo como prioridade”, disse.

O jornalista Tim Neville, que contribui com o renomado NY Times, e Sherry Ott, do Otts World, agradeceram a Embratur pelos esclarecimentos. O presidente da Embratur reuniu-se ainda com Beau Lotto, do Lab of Misfits.

Voltar ao topo