Embratur

Acordo de Cooperação Técnica para fomento ao Turismo Cívico em Brasília é assinado com a presença de Gilson Machado Neto

por — publicado 10/09/2020 00h00,
última modificação 10/09/2020 15h54

Foto por: Rayan Ribeiro/Setur-DF

Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, discursou durante a cerimônia realizada na Casa do Chá, na Praça dos Três Poderes, em Brasília

Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, discursou durante a cerimônia realizada na Casa do Chá, na Praça dos Três Poderes, em Brasília

O presidente da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo), Gilson Machado Neto, acompanhado do Diretor de Gestão Corporativa da Agência, Carlos Brito, participou, nesta quinta-feira (10/9), da cerimônia da assinatura de Acordo de Cooperação Técnica entre o governo do Distrito Federal e o Governo Federal, via Ministério do Turismo, para viabilizar ações de promoção do destino Brasília para o Turismo Cívico. O evento foi realizado na Casa de Chá, arquitetada por Oscar Niemeyer e localizada na Praça dos Três Poderes como um ponto de encontro para representantes dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, mais uma das inúmeras belezas da capital federal.

Reconhecida pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade e de Cidade Criativa do Design, Brasília terá o Turismo Cívico fortalecido com o acordo, que não envolve a disponibilização de recursos financeiros e terá vigência de 30 meses, com possibilidade de prorrogação. A partir da assinatura, o Plano de Trabalho com as ações do Programa buscará atender o assegurar o acesso do público – especialmente escolar – de todo o país para conhecer a Capital Federal, seus monumentos e história.

Agradecendo o apoio do governo federal e mencionando que tem sido um grande parceiro das ações voltadas ao Turismo na Capital Federal, a secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, citou o presidente da Embratur como um aliado importantíssimo para o Turismo de Brasília. “O Ano passado foi a primeira vez que Brasília participou de feiras internacionais, em Buenos Aires e em Londres. Agora, juntos, vamos levar o Turismo Cívico em Brasília para o Brasil e para o mundo”, disse.

Ao usar a palavra, o presidente da Embratur ressaltou a importância do trabalho do atual governo federal para recuperar a autoestima dos brasileiros. “Me sinto honrado de estar aqui ao lado do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que faz parte deste governo que vai deixar um legado, que tem números para apresentar, principalmente em Brasília, com a secretária Vanessa, que sempre foi parceira nas ações de estímulo ao Turismo”, disse Gilson Machado Neto. “Estamos na capital federal mais bonita do mundo. Temos colocado Brasília na prateleira mundial em todos os eventos que a Embratur tem feito. Parte do nosso êxito, como quando ganhamos a maior feira internacional de Turismo, em Londres, se deve a termos dado espaço para Brasília. Estamos resgatando a autoestima do brasileiro”, completou.

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, demonstrou sua concordância com o presidente da Embratur e lembrou que até pouco tempo atrás as pessoas diziam que eram das cidades do entorno da capital nacional para não ter que dizer que eram de Brasília. “Parabenizo toda a equipe do governo Bolsonaro por recuperar a autoestima do Brasiliense. Vamos fazer como o presidente Gilson falou e vamos trazer de novo essa paixão por Brasília e pelo Brasil”.

Último a se manifestar, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ressaltou a importância do acordo assinado com o governo do Distrito Federal e de todas as parcerias que estão sendo realizados, inclusive com a Embratur. “O presidente Gilson, da Embratur, tem sido um grande aliado no sentido do desenvolvimento do Turismo, sobretudo na atração do turista internacional. Tivemos uma curva ascendente importante no ano de 2019 e infelizmente fomos surpreendidos por essa pandemia. Tivemos 163% a mais de emprego pela economia do Turismo”, disse o ministro. “Acompanhei recentemente um arquiteto famoso mundialmente e que durante os três dias que passou em Brasília estava maravilhado, postando seis fotos por dia. Brasília é uma cidade privilegiada do ponto de vista da arquitetura”, finalizou.

Voltar ao topo