Embratur

Notícias

Turismo é destaque em agenda entre Brasil e China

Turismo é destaque em agenda entre Brasil e China

Embratur participa de reunião do Comitê de Coordenação e Cooperação de Alto Nível China-Brasil e pleiteia criação do setor de turismo no grupo de trabalho A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) compôs a delegação brasileira no Comitê de Coordenação e Cooperação de Alto Nível China-Brasil (Cosban), dias 22 e 23 de maio, em Pequim. A reunião foi comandada pelos vice-presidentes do Brasil e da China, Hamilton Mourão e Wang Qishan, respectivamente. De acordo com o representante da Embratur, o diretor interino de Inteligência Competitiva e Promoção Turística, Diego Feijó, o encontro da Cosban, que completa 15 anos de criação hoje, abordou diversos temas estratégicos para a relação Brasil-China, entre eles, o turismo. O Cosban deve passar por uma reestruturação em sua composição. Com isso, deve ser criada, por pleito da Embratur, uma subcomissão de turismo para a próxima reunião do Comitê, que acontecerá no Brasil em 2021. “Entre os temas debatidos, com foco no resgate e na reorganização da Cosban para o fortalecimento da cooperação econômica do Brasil, a Embratur recomendou a ampliação dos investimentos em promoção e apoio à comercialização do destino Brasil no exterior, em consonância à estratégia do Governo Federal de priorização do turismo como alavanca de desenvolvimento econômico e social do País”, informou Diego Feijó. Nesse contexto, há mercados com canais de comercialização do destino Brasil já estruturados e que podem gerar resultados no curto prazo e há outros, como a China, em que ainda se faz necessário um trabalho de base para consolidação de resultados no médio prazo. Nessa estratégia, a Embratur projeta um potencial de crescimento na recepção de turistas chineses no Brasil de, no mínimo, 1.000% até 2030. “Isso significa um incremento na geração de divisas provindas dos ingressos de turistas chineses no Brasil na ordem de R$ 3,4 bilhões, contribuindo para a geração de emprego e renda para o país”, conforme apontou o representante do Instituto. Segundo Diego Feijó, "os turistas chineses apresentam um dos maiores gastos médios em viagens do mundo e o potencial de crescimento receptivo do Brasil neste mercado é enorme, seja em ecoturismo e aventura, cultura ou turismo de negócios”. Cerca de 70% dos turistas chineses que hoje viajam ao Brasil são motivados pelo turismo de negócios. Ações no mercado chinês Entre os dias 13 e 23 de maio, a Embratur participou de diversas ações estratégicas para o turismo brasileiro no país asiático. Essa presença se iniciou com o roadshow “Brazilian Experience”, focado em treinamento de operadores de turismo e agentes de viagem e rodada de negócios, passando pelas cidades Pequin, Xangai e Chengdu. A ação foi fruto de parceria entre o Rio Convention & Visitors Bureau, o Visit Iguassu, o Aeroporto Rio Galeão e a Embratur. No período de 15 a 17 de maio, o Instituto marcou presença na ITB China 2019, realizada na cidade de Xangai. O estande do Brasil foi um dos mais movimentados da feira, recebendo elogios do trade local e da organização do evento. Com a participação, a Embratur oportunizou plataforma de promoção e apoio à comercialização para parceiros estratégicos do turismo brasileiro, dos setores público e privado, realizarem negócios com profissionais do turismo chineses. Segundo as projeções do setor, a China, que já é o maior emissor internacional de turistas do mundo, deve chegar a ser responsável por cerca de 450 milhões de viagens internacionais por ano já em 2030, o que significaria 1/3 de todo o volume anual de viagens internacionais do planeta. 

Notícias

Gilson Machado: 'é o momento de buscar novos caminhos para o turismo'

Gilson Machado: 'é o momento de buscar novos caminhos para o turismo'

Presidente da Embratur afirma que meta é desburocratizar e modernizar o setor O novo presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), autarquia especial do Ministério do Turismo, Gilson Machado Neto, declarou, nesta quinta-feira, 23, que o setor ganhou protagonismo na nova gestão do país. Ele ressaltou, durante cerimônia de sua posse, na sede do Ministério pasta, em Brasília, que há grande necessidade de implementar medidas que transformem a prática turística no Brasil. “Nesse novo momento, a nossa gestão deve buscar saídas e novos caminhos para ampliar o setor, apostando em segmentos como o turismo náutico, cruzeiros, turismo de contemplação, prática de mergulho, ecoturismo, colocando todo o potencial que temos em prática”, destacou. A transformação da Embratur em agência é uma das metas dessa gestão. Para Gilson Machado, essa transição dará ao Brasil maior capacidade para trabalhar a promoção internacional, colocando o País em um outro patamar para competir com outros destinos. "Este é um momento importante para o setor, que ganha relevância e também tem como meta dobrar a chegada de turistas estrangeiros, passando da casa de 6 para 12 milhões de pessoas anualmente. O Brasil tem um grande potencial, de infraestrutura e belezas naturais, e precisa destravar muitas questões, para poder receber mais visitantes do mundo todo. O Governo Federal está buscando saídas para gerar empregos e renda para a população, e o turismo pode, de maneira muito rápida, ser parte da solução para o Brasil”, afirmou o novo presidente da Embratur. A cerimônia pública de posse do novo presidente está marcada para o próximo dia 29, quarta-feira (29), às 18h, na Embratur. 30 anos de dedicação ao turismo Pernambucano, nascido na capital Recife, Gilson Machado Neto tem 51 anos, é casado há 21 anos, e pai de um filho. Sua formação é em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Atua há mais de 30 anos no setor turístico, com negócios localizados em São Miguel dos Milagres e Porto de Galinhas. É membro do trade turístico da Rota dos Milagres e do Convention & Visitors Bureau de Maragogi. O novo presidente da autarquia também possui experiência como produtor de eventos e no ramo de radiodifusão, sendo apresentador de um programa voltado para a atividade turística na Região Nordeste. Antes da nomeação na Embratur, Gilson Machado Neto já atuava na administração federal, como secretário de Ecoturismo do Ministério do Meio Ambiente. Encontro da Hotelaria Nacional Antes de tomar posse como presidente da Embratur, Gilson Machado participou, nessa quarta, do primeiro evento público à frente da autarquia, o 1º Encontro da Hotelaria Nacional, organizado pela Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. Na ocasião, representantes do setor turístico brasileiro, em especial a hotelaria, se reuniram para debater temas de interesse do segmento. "Precisamos tratar o turismo como política de estado e não de governo. O Brasil tem grande potencial, por isso é importante o incentivo à redução da burocracia e modernização para o desenvolvimento do setor”, garantiu.

Vídeos

Embratur participa de ações na Espanha e abre o calendário anual de feiras

A Organização Mundial do Turismo (OMT) lançou em Madrid, capital da Espanha, o Centro Global de Inovação Turística - mecanismo criado para identificar e dar visibilidade às empresas que estão liderando a transformação do setor turístico em todo o mundo na era digital. A cerimônia, realizada dia 22 de janeiro, marcou a véspera da abertura da 39ª Fitur, Feira Internacional de Turismo de Madrid, uma das maiores do mundo.

Voltar ao topo