Destaque

  • Embratur promove o Brasil na Itália

    Embratur promove o Brasil na Itália

        Ações em parceria com operadoras italianas visa capacitar agentes de viagem sobre o destino Brasil. Serão trabalhados os segmentos LGBT, Sol e Praia, Ecoturismo e Cultura       A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), em parceria com operadoras da Itália, divulga o destino Brasil em quatro cidades italianas entre amanhã e o começo de outubro. Serão realizados um workshop e um roadshow, em parceria com as operadoras TWIZZ BY TAU e Travelandia.   As ações acontecem nas cidades de Milão (18/09), Torino (30/09), Brescia (01/10) e Padova (02/10). No total, em torno de 170 agentes de viagem serão capacitados sobre como vender produtos e destinos do Brasil. A capacitação tem como foco os segmentos mais solicitados pelos italianos, como o LGBT, Sol e Praia, Ecoturismo e Cultural.    A Itália é o sétimo país que mais envia turistas para o Brasil, tendo registrado a entrada de 233.243 italianos no país em 2013. Vinte e sete voos semanais conectam o Brasil à Itália, partindo de Roma e Milão e chegando a São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. Os voos são operados pelas companhias aéreas TAM Airlines, Air Italy e Alitalia. “Mesmo com a crise que atingiu a Europa, a Itália continua sendo um mercado emissivo muito importante para o Brasil e está entre os 10 países que mais enviam turistas pra cá. Temos que apostar em ações de incremento nas vendas do produto Brasil no mercado europeu, os operadores e agentes de viagem italianos estão muito interessados em diversificar o Brasil”, afirmou Bruno Reis, coordenador geral do mercado europeu.   A Embratur, por meio da Diretoria de Mercados Internacionais, trabalha focada no relacionamento e aproximação com a cadeia produtiva de turismo, incluindo operadores, agentes de viagem e companhias aéreas. Dessa forma, apoia a comercialização dos destinos consolidados e a ampliação de novos destinos; a capacitação de agentes de viagem e a otimização de oportunidades de promoção e divulgação do Brasil.          

  • Copa impulsiona turismo na América

    Copa impulsiona turismo na América

    Continente teve aumento de 6% enquanto que no mundo, setor cresceu 4,6%. OMT atribui crescimento à realização do torneio mundial de futebol no Brasil A realização da Copa do Mundo no Brasil impulsionou o turismo na América do Sul e fez o setor crescer 6% em todo o continente entre janeiro e junho de 2014, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) divulgados ontem. O Brasil recebeu 1,035 milhão de visitantes de 203 países entre 23 de maio, data de vigência da Lei da Copa, e 13 de julho, quando a partida final foi disputada no Maracanã. Entre os 15 países que mais enviaram turistas durante a Copa, 364.094 vieram da América do Sul, de acordo com dados do Ministério do Turismo. “Os número divulgados pela OMT confirmam que a realização de um evento grandioso como a Copa do Mundo, é importante não só para o país-sede, mas para todo o continente. Como já prevíamos, o turismo intrarregional também foi beneficiado”, afirmou Kátia Bitencourt, presidente interina da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Em todo o planeta, o turismo cresceu 4,6% no primeiro semestre deste ano. Ásia, o Pacífico e a Europa obtiveram crescimento de 5%.Além do crescimento do número de turistas viajando, o Brasil também teve aumento na entrada de divisas. Nos sete primeiros meses de 2014, a entrada de divisas por meio dos gastos de estrangeiros com turismo somou US$ 4,436 bilhões, segundo dados do Banco Central. O valor representa alta de 10,34% em relação ao mesmo período de 2013. Em junho, primeiro mês da Copa, a receita com os gastos de turistas estrangeiros somou US$ 797 milhões, recorde mensal da série histórica divulgada pelo Banco Central. “Segundo a OMT, os ganhos com a Copa no Brasil aumentaram 60% nos meses de junho e julho, o que mais um a vez, comprova que o torneio mundial de futebol foi um sucesso”, comemora Kátia Bitencourt.

  • Embratur promove Workhop Brasil Destino Sensacional no Peru

    Embratur promove Workhop Brasil Destino Sensacional no Peru

    Evento tem como principal objetivo divulgar os destinos turísticos do Brasil para o trade turísticoAconteceu ontem (16), em Lima, no Peru, a 5ª edição do Workshop “Brasil Destino Sensacional”, realizado pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Embaixada do Brasil em Lima e Comitê Descubra Brasil no Peru. Participam do evento cerca de 400 profissionais, incluindo agentes de viagens, operadores de turismo do mercado brasileiro e peruano, representantes das Secretarias de Turismo de Sergipe, Amazonas, São Paulo, Porto Alegre e Gramado, além do Buzios Convention Bureau, Empetur (Empresa de Turismo de Pernambuco) e imprensa especializada.O workshop tem como objetivo apresentar ao trade local os principais atrativos turísticos que o Brasil oferece. Na oportunidade, as secretarias de turismo também participam com exposições sobre gastronomia, cultura, esportes e atrativos locais.“O modelo de ação implementado no Peru tornou-se referência na América do Sul como um evento que potencializa, no mesmo dia, a capacitação de agentes de viagem seguido de rodada de negócios. Nessa edição, a Embratur fará uma capacitação direcionada aos operadores e agentes de viagens sobre o Brasil com foco no Nordeste, sendo um momento importante de troca de experiências, informações e conhecimentos. Segundo dados do Anuário Estatístico de Turismo 2013, Ano Base 2012, o Peru é o 14º maior emissor de turistas para o Brasil. Foram registradas a entrada de 91.996 visitantes”, explica o coordenador-geral do Mercado Americano da Embratur, Alexandre Nakagawa.No Peru, o comitê “Descubra Brasil” foi constituído em 2004 e tem a finalidade de aumentar o fluxo de turistas peruanos para o Brasil. Os comitês de promoção turística têm seu funcionamento junto aos Setores de Promoção Comercial (SECOMs) das Representações Diplomáticas e Consulares do Brasil no exterior e seguem as diretrizes estratégicas estabelecidas pela Embratur.     Assessoria de ImprensaTel: +55 61 2023.8517www.embratur.gov.brwww.twitter.com/embraturnewswww.facebook.com/embraturbrasilwww.instagram.com/embraturbrasil17/09/2014

  • Embratur será premiada pelo incentivo ao turismo nacional

    Embratur será premiada pelo incentivo ao turismo nacional

    Instituto receberá prêmio em evento na capital paulista que reunirá as personalidades do setor de turismo No próximo dia 22 de setembro, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) receberá na categoria Incentivo ao Turismo Nacional, o prêmio “Os Dez Mais do Turismo”, no Terraço Itália, em São Paulo. A premiação está em sua 29ª edição e é promovida pelo Grupo Travel News, presente no mercado há 30 anos. Alguns quesitos foram fundamentais na hora de premiar a Embratur, como alta performance nas atividades desenvolvidas, ações e campanhas bem sucedidas com foco na divulgação dos destinos brasileiros, qualidade dos serviços, gestão inovadora, além de otimização e sucesso nas realizações. “O prêmio é de grande importância e revela que nossas campanhas estão alcançando visibilidade no mercado internacional, promovendo nossos destinos turísticos de forma eficiente e sendo bem avaliado pelas personalidades do setor”, destaca a presidente interina da Embratur, Kátia Bitencourt. A escolha dos premiados, como acontece todos os anos, se dá por meio de júri formado por jornalistas que avaliam os melhores profissionais dos setores público e privado, além de destinos, roteiros, serviços ou produtos que tiveram destaque no ano anterior, levando em consideração, no caso dos profissionais, a capacidade empreendedora, perfil de gestor, desenvoltura para gerenciar recursos humanos e financeiros e outros. Quando se trata de produtos, serviços, roteiros ou destinos e órgãos representativos, a avaliação se estende à inovação, globalização  e diferenciais em relação aos concorrentes ou grupos semelhantes.São esperados para a premiação cerca de 150 pessoas, entre convidados, homenageados, autoridades, profissionais do setor, além da imprensa nacional e internacional. Prêmio – O prêmio é uma realização da Revista Brasil Travel News com o apoio da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) Nacional, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet), Associação Brasileira das Operadores de Turismo (Braztoa), São Paulo Convention & Visitors Bureau, entre outros. São 27 as categorias premiadas: personalidade do ano; secretário de Turismo do ano; incentivo ao turismo; atração turística nacional; atração turística internacional; companhia aérea nacional; companhia aérea internacional; destino nacional; destino internacional; executivo da aviação; executivo da hotelaria nacional; executivo do trade turístico; espaço para eventos; resort; rede hoteleira; hotel nacional; hotel internacional; hotel de luxo; locadora; operadora nacional; operadora internacional; órgão oficial de turismo nacional; órgão oficial de turismo internacional; assistência em viagem; evento do ano; praia; e homenagem especial. Serviço: 29ª Edição da Premiação os Dez Mais do Turismo Data: 22 de setembro de 2014Horário: 19h30 às 22h30Local: Terraço Itália – São Paulo

  • Embratur e Google fazem campanha para aplicativos que promovem Brasil pelo mundo

    Embratur e Google fazem campanha para aplicativos que promovem Brasil pelo mundo

    Ação aumentou em cinco vezes o volume de downloads das ferramentas de promoçãoAproveitando a Copa do Mundo no Brasil, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) se uniu ao Google para lançar campanha inovadora e promover seus três novos aplicativos nos principais países para o turismo brasileiro. “O sucesso da campanha, que utilizava a abrangência e interação do YouTube, trouxe à Embratur um aumento de cinco vezes no volume de downloads dos aplicativos”, contabilizou o presidente da Embratur, Vicente Neto.A campanha se baseou em pesquisas do Google que demostraram que nos primeiros 5 meses deste ano, a busca por assuntos relacionados ao Brasil foi 20% maior se comparado com o mesmo período de 2013, e dentre estas buscas, 27% foram feitas a partir de aparelhos móveis. Juntando estes fatos, Google e Embratur realizaram de 23 de junho a 23 de julho uma campanha inédita de divulgação dos aplicativos idealizados pelo Instituto para levar ao mundo informações sobre os destinos turísticos brasileiros.“Os aplicativos Fellow Trip, Brasil Quest e Brasil Experience Mobile buscavam promover a Marca Brasil e construir uma relação ainda maior com os usuários de cada país”, explicou Neto. Ainda de acordo com o presidente, como foco da campanha, estavam Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos e Argentina, mercados escolhidos pela quantidade de turistas destes países que já procuram o Brasil antes e durante a Copa do Mundo.Para a campanha, que visava o download dos aplicativos, foi utilizado, de forma inédita por um anunciante brasileiro, o formato YouTube Mobile App Promotion, que funciona em aparelhos móveis disponibilizando um link direto para que o usuário faça o download do app do cliente após a apresentação de um vídeo. Juntamente com este tipo de formato, foi veiculado um vídeo de anúncio de engajamento na Rede de Display do Google voltado para mobile.Sobre os aplicativosFellow Trip: aplicativo para smartphones voltado para montagem de roteiro de acordo com o perfil do usuário. É possível também, através de uma parceria com o TripAdvisor, ver os reviews de pessoas que já estiveram naquele local, além de compartilhar os roteiros criados com outros usuários.Brasil Experience Mobile: aplicativo para smartphones em que o usuário pode criar sua própria experiência: uma sequência de até 4 fotos com ritmos brasileiros como trilha sonora. Além disso, o viajante pode receber sugestões de roteiro para explorar nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo, bem como os atrativos próximos à sua localização ou buscar experiências por meio de palavras-chave e categorias de interesse.Brasil Quest: game virtual em que os atrativos turísticos e monumentos icônicos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo servem de cenário para que Yep, um extraterrestre de um planeta triste venha a descobrir a energia e alegria existentes no Brasil. Para alcançar seu objetivo, deve superar diversos obstáculos.

  • Embratur se prepara para o Brasil Sensacional Olímpico

    Embratur se prepara para o Brasil Sensacional Olímpico

    Presidente do Instituto, Vicente Neto, participou do Seminário Internacional de Oportunidades Pós-Copa para o Distrito Federal e anunciou a nova ação para promoção do Brasil como sede dos Jogos Olímpicos 2016O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vicente Neto, participou nesta quinta-feira (11) do encerramento do Seminário Internacional de Oportunidades Pós-Copa para o Distrito Federal. Neto apresentou as ações desenvolvidas de promoção do País nos mercados considerados prioritários para o Instituto, antes da realização do evento.Para o próximo período, que é de preparação para divulgação do País como sede dos Jogos Olímpicos 2016, o presidente anunciou a nova campanha promocional do Instituto: o Brasil Sensacional Olímpico. “Apresentamos ontem (10/09) o projeto ao ministro do Turismo, Vinicius Lages, e, a partir de outubro, iniciaremos as ações em países prioritários. As atividades serão baseadas no Goal To Brasil e terão o esporte como viés do turismo”, informou Vicente Neto.De acordo com o presidente, é possível afirmar que a Copa do Mundo FIFA 2014, realizada no Brasil, foi um sucesso e que o País foi inserido na rota de grandes eventos. “Não só pela presença de 1 milhão de visitantes, mas porque o Mundial aconteceu com tranquilidade nos aeroportos brasileiros, com eficiência para quem usou ônibus e metrô, com segurança dentro e fora das arenas, com a colorida confraternização dos torcedores, com a comemoração nas ruas e nos bares, com um grande número de gols e com um futebol alegre dentro de campo”, destacou.Ações de promoção do BrasilEm 2010, durante a Copa do Mundo FIFA na África do Sul, a Embratur lançou a ação “O Brasil te chama. Celebre a vida aqui”. Nos jogos Olímpicos de Londres, o público estrangeiro conheceu o Brasil por meio da campanha “O mundo se encontra no Brasil. Venha celebrar a vida”. Em 2012, o Instituto deu início às campanhas publicitárias e press trips e, em 2013, foi a vez da campanha “Sorte Sua”, logo após o sorteio dos grupos da Copa.Também foi idealizado o Goal To Brasil entre os anos de 2012 e 2014. Realizado em 17 países, o projeto diversificou a oferta dos produtos turísticos brasileiros no exterior. “Foram mais de 162 milhões de dólares gerados em negócios durante cinco eventos da 2ª fase do Goal To Brasil, com a presença de 1,7 mil profissionais de turismo, 526 jornalistas e mais de 900 matérias publicadas”, detalhou o presidente.O secretário-adjunto de Imprensa Nacional da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Fernando Thompson, participou do Seminário e apresentou um balanço da realização do Mundial. Para ele, "a Copa foi um grande sucesso e o Brasil provou que é capaz de sediar grandes eventos".Além de Thompson, estiveram presentes no encerramento do evento o secretário-adjunto de Turismo e Projetos Especiais do DF, Luís Otávio Neves; o coordenador-geral da preparação da Copa 2014 em Brasília, Ricardo Bitencourt, e o assessor da Assessoria Extraordinária de Coordenação dos Grandes Eventos Esportivos do Ministério do Esporte, Celso Trindade.     

    • Clipping

      JORNAL DO TURISMO - Embratur será premiada pelo incentivo ao turismo nacionalInstituto receberá prêmio em evento na capital paulista que reunirá as personalidades do setor de turismo. No próximo dia 22 de setembro, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) receberá na categoria Incentivo ao Turismo Nacional, o prêmio “Os Dez Mais do Turismo”, no Terraço Itália, em São Paulo. A premiação está em sua 29ª edição e é promovida pelo Grupo Travel News, presente no mercado há 30 anos.Alguns quesitos foram fundamentais na hora de premiar a Embratur, como alta performance nas atividades desenvolvidas, ações e campanhas bem sucedidas com foco na divulgação dos destinos brasileiros, qualidade dos serviços, gestão inovadora, além de otimização e sucesso nas realizações.“O prêmio é de grande importância e revela que nossas campanhas estão alcançando visibilidade no mercado internacional, promovendo nossos destinos turísticos de forma eficiente e sendo bem avaliado pelas personalidades do setor”, destaca a presidente interina da Embratur, Kátia Bitencourt.A escolha dos premiados, como acontece todos os anos, se dá por meio de júri formado por jornalistas que avaliam os melhores profissionais dos setores público e privado, além de destinos, roteiros, serviços ou produtos que tiveram destaque no ano anterior, levando em consideração, no caso dos profissionais, a capacidade empreendedora, perfil de gestor, desenvoltura para gerenciar recursos humanos e financeiros e outros. Quando se trata de produtos, serviços, roteiros ou destinos e órgãos representativos, a avaliação se estende à inovação, globalização e diferenciais em relação aos concorrentes ou grupos semelhantes.São esperados para a premiação cerca de 150 pessoas, entre convidados, homenageados, autoridades, profissionais do setor, além da imprensa nacional e internacional.Prêmio – O prêmio é uma realização da Revista Brasil Travel News com o apoio da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) Nacional, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet), Associação Brasileira das Operadores de Turismo (Braztoa), São Paulo Convention & Visitors Bureau, entre outros.São 27 as categorias premiadas: personalidade do ano; secretário de Turismo do ano; incentivo ao turismo; atração turística nacional; atração turística internacional; companhia aérea nacional; companhia aérea internacional; destino nacional; destino internacional; executivo da aviação; executivo da hotelaria nacional; executivo do trade turístico; espaço para eventos; resort; rede hoteleira; hotel nacional; hotel internacional; hotel de luxo; locadora; operadora nacional; operadora internacional; órgão oficial de turismo nacional; órgão oficial de turismo internacional; assistência em viagem; evento do ano; praia; e homenagem especial.Serviço:29ª Edição da Premiação os Dez Mais do TurismoData: 22 de setembro de 2014Horário: 19h30 às 22h30Local: Terraço Itália – São Paulo Saiba mais: http://bit.ly/1o2Ywib

    • Artigos Turismo religioso: vivenciando a fé e diferentes culturas

      Vicente Neto, presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo)Berço de três grandes religiões, Jerusalém recebe anualmente milhões de turistas internacionais, boa parte deles interessados em conhecer locais importantes para judeus, cristãos e muçulmanos. Um dos pontos turísticos mais conhecidos de Roma, a Cidade do Vaticano, centro do catolicismo, recebe mais de 10 milhões de visitantes por ano, principalmente católicos de todo o mundo. País com grande diversidade cultural, o Brasil é também um lugar com uma grande diversidade religiosa, que vai das crenças afro-brasileiras às orientais, protestantes, cristãs, evangélicas ou pentecostais.Classificado na categoria cultural, o turismo religioso movimenta mais de 60 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo estudos de especialistas e, no Brasil, em 2012, quase 4 milhões de viagens domésticas tiveram motivação religiosa. Pessoas que se deslocaram para conhecer um local sagrado, seja uma igreja, como a católica Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo; um templo, como o Tempo do Ecumenismo Irrestrito, ligado à LBV (Legião da Boa Vontade), em Brasília;  a Catedral da Fé, em Belo Horizonte, da Igreja Universal do Reino de Deus; a Mesquita Al-Khatab, terceiro ponto turístico mais procurado de Foz do Iguaçu (PR), visitada não só por muçulmanos; ou o Memorial Chico Xavier, em Uberaba (MG), para os espíritas, cuja construção deve ser concluída em 2015.Independente da definição de turismo religioso, sobre a qual há divergências teóricas, esse é um segmento que movimenta a economia e faz circular a renda, seja no deslocamento de brasileiros seja no de visitantes de outros países, que vêm ao Brasil conhecer locais considerados sagrados. As pessoas que vão para essas localidades precisam de hospedagem (simples ou mais sofisticadas), vão a restaurantes e lanchonetes para se alimentar, consomem artesanato e outros produtos. Anualmente, segundo dados da World Religious Travel Association, o segmento de turismo religioso movimenta US$ 18 bilhões e atrai cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.A pessoa que, pela fé ou outro motivo, visita um santuário vivencia uma realidade, uma experiência ligada ao local e, ao mesmo tempo, consome produtos e serviços. Mas há ainda o acesso ao turismo artístico, arquitetônico e gastronômico. E, com isso, o turismo religioso é também um indutor do lançamento de cidades como uma área de visitação, melhorando a qualidade de vida da própria localidade e sua população, quando planejado e estruturado de maneira adequada. É o caso, por exemplo, da região onde viveu Irmã Dulce na Bahia, canonizada em 2011 pela Igreja Católica, ou do Templo de Salomão, no bairro do Brás em São Paulo, onde fica a sede mundial da Igreja Universal do Reino de Deus.Conhecer as manifestações religiosas de um povo é conhecer também um pouco mais de sua cultura. Durante a Copa Mundo de 2014, no Brasil, grupos de missionários evangélicos de diversas nacionalidades convidaram turistas a participarem de cultos trilíngues e demais atividades religiosas realizadas nas igrejas evangélicas locais. Em algumas cidades-sede, como Brasília e São Paulo, igrejas católicas celebraram missas em quatro idiomas: inglês, espanhol, francês e italiano. Os visitantes de origem muçulmana, por sua vez, tiveram acesso a um guia eletrônico em inglês com diversas informações, entre elas a indicação da direção da cidade sagrada de Meca nas cidades-sede.Levantamento realizado pelo Ministério do Turismo em 2011 mostra que o Brasil tem 96 destinos religiosos distribuídos por 344 cidades. Em outubro, dois grandes eventos religiosos da Igreja Católica irão movimentar milhares de fiéis. Mais de 200 mil pessoas são esperadas, nos dias 11 e 12, em Aparecida do Norte, cidade em São Paulo, que recebe, anualmente, mais de 10 milhões de visitantes. No mesmo final de semana, o Círio de Nazaré em Belém (PA), deverá contar com a participação de 2 milhões de pessoas, incluindo uma romaria fluvial no dia 11. Em 2013, segundo dados do governo do Pará, o Círio gerou uma renda de aproximadamente US$ 28 milhões para a economia do Estado.Atividades socioeconômicas relacionadas ao turismo religiosoAgências de viagens de turismo religiosoAgências de viagens em geralTransporte aéreo e rodoviárioSistemas de hospedagem, incluindo casas de aluguel para temporadaArtesanato de artigos religiososIndústria de itens religiososComércio local em geral, incluindo serviço de alimentaçãoServiços de apoio (aluguel de carros, diversão etc)Fonte: SILVEIRA, Emerson, Turismo Religioso no Brasil, in Turismo em Análise, vol. 18,  maio/2007Acesse o link e leia o artigo publicado originalmente no portal do The Huffington Post: http://www.huffingtonpost.co.uk/vicente-neto/religious-tourism-experie_b_5802680.html  

    • Notícias Copa impulsiona turismo na América

      Continente teve aumento de 6% enquanto que no mundo, setor cresceu 4,6%. OMT atribui crescimento à realização do torneio mundial de futebol no Brasil A realização da Copa do Mundo no Brasil impulsionou o turismo na América do Sul e fez o setor crescer 6% em todo o continente entre janeiro e junho de 2014, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) divulgados ontem. O Brasil recebeu 1,035 milhão de visitantes de 203 países entre 23 de maio, data de vigência da Lei da Copa, e 13 de julho, quando a partida final foi disputada no Maracanã. Entre os 15 países que mais enviaram turistas durante a Copa, 364.094 vieram da América do Sul, de acordo com dados do Ministério do Turismo. “Os número divulgados pela OMT confirmam que a realização de um evento grandioso como a Copa do Mundo, é importante não só para o país-sede, mas para todo o continente. Como já prevíamos, o turismo intrarregional também foi beneficiado”, afirmou Kátia Bitencourt, presidente interina da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Em todo o planeta, o turismo cresceu 4,6% no primeiro semestre deste ano. Ásia, o Pacífico e a Europa obtiveram crescimento de 5%.Além do crescimento do número de turistas viajando, o Brasil também teve aumento na entrada de divisas. Nos sete primeiros meses de 2014, a entrada de divisas por meio dos gastos de estrangeiros com turismo somou US$ 4,436 bilhões, segundo dados do Banco Central. O valor representa alta de 10,34% em relação ao mesmo período de 2013. Em junho, primeiro mês da Copa, a receita com os gastos de turistas estrangeiros somou US$ 797 milhões, recorde mensal da série histórica divulgada pelo Banco Central. “Segundo a OMT, os ganhos com a Copa no Brasil aumentaram 60% nos meses de junho e julho, o que mais um a vez, comprova que o torneio mundial de futebol foi um sucesso”, comemora Kátia Bitencourt.

Vídeos

Turistas estrangeiros gastam mais de US$ 1,5 bilhão no Brasil em junho e julho