Clipping

25/05/2015

Estudantes estrangeiros estão gastando 147% a mais no Brasil

BRASILTURIS - Nos últimos dez anos, o gasto de estudantes estrangeiros no Brasil aumentaram 14%7, segundo dados do Banco Central. No ano passado os intercambistas investiram cerca de 150 milhões de dólares em programas educacionais, culturais e esportivos no País.Para potencializar esse crescimento a Embratur, Instituto Brasileiro de Turismo, participa, da Conferência e Exposição Anual da Nafsa , Associação Norte-Americana de Intercâmbios e Educação Internacional, que acontecerá no fim do mês."Este é um segmento em expansão e a participação na conferência marca a continuidade do trabalho articulado com essas instituições para fortalecer a estratégia de ação com maior força no segmento de intercâmbio, principalmente em função da visibilidade que o País tem alcançado com o Programa Ciências Sem Fronteiras", explicou o Presidente da Embratur, Vicente Neto.De acordo com o Estudo da Demanda Internacional do Ministério do Turismo, Estudos e Cursos representam 1,8% da motivação internacional de viagens ao Brasil. Em um ranking de 25 países, o Brasil é o 14º que mais recebe estudantes universitários do país norte-americano.Durante o evento, a Embratur realizará atendimento aos visitantes sobre o destino Brasil para o segmento de Turismo jovem e educacional, além de participar de reuniões com instituições e operadoras do trade turístico./ CSPublicação: http://bit.ly/1Q6iV3x

Artigos

Santuário católico no Brasil recebe mais turistas que Torre Eiffel 19/05/2015

Santuário católico no Brasil recebe mais turistas que Torre Eiffel

Em 2014, o Santuário de Aparecida do Norte, no Estado de São Paulo (região Sudeste do Brasil), recebeu mais de 12 milhões de visitantes, número que corresponde a quase o dobro do de pessoas que visitaram em 2013 a Torre Eiffel, em Paris, segundo dados de pesquisa da Euromonitor Internacional, divulgada na WTM Latino América, que aconteceu no final de abril em São Paulo. Ainda no passado, 7,7 milhões de viagens domésticas foram motivadas pela fé, segundo estimativa do Ministério do Turismo.O fato de o Brasil ser o país com maior número de católicos do mundo, representando cerca de 12% da população católica do mundial, conforme dados do Vaticano, ajudam a explicar a importância do turismo religioso no país. Em números, são cerca de 137 milhões de católicos, quase a população da Rússia. Além de Aparecida do Norte, há outros locais que recebem muitos visitantes. Em Juazeiro do Norte, no Ceará, Estado da região Nordeste, cerca de 2.5 milhões de peregrinos visitaram a cidade em 2011.No mundo, os patrimônios religiosos são destinos turísticos importantes, atraindo entre 300 e 330 milhões de turistas a cada ano de acordo com estimativas da OMT (Organização Mundial do Turismo). Além de estimular a economia dos locais e países visitados e proporcionar o acesso a novas culturas, o turismo religioso contribui para o aumento da tolerância, do respeito e do entendimento mútuo por meio de interações entre os visitantes e as comunidades que os recebem.A escolha de um latino-americano, o Papa Francisco, em 2013, também contribuiu para renovar o interesse pela visitação de lugares religiosos pelos católicos. É o caso, por exemplo, das ruínas das missões jesuíticas no Rio Grande do Sul, entre as quais a de São Miguel das Missões, próxima da Argentina, terra do pontífice católico e local declarado Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO. Em 2013, com a presença do Papa, o Brasil sedioua Jornada Mundial da Juventude Católica, megaevento que reuniu 671.000 turistas, 212.000 dos quais eram internacionais.Mas o turismo religioso não se restringe aos católicos. O crescimento de outras crenças também tem atraído visitantes para outros locais religiosos, como o caso da fé de origem africana, como o candomblé, e de cristãos evangélicos. De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de cristãos evangélicos vem aumentando no país nos últimos anos: em 2010, 21% da população do país, ou 42 milhões de pessoas, seguiam essa religião.  O Relatório de Tendências WTM Latin America 2015, divulgado pela Euromonitor, destaca ainda que, embora os números das religiões afro-brasileiras, como a Umbanda e o Candomblé, sejam bem menores, tem havido um aumento de sua visibilidade na classe média brasileira.O mesmo relatório projeta um crescimento de 4,4% no segmento de turismo na América Latina entre 2013 e 2018, acima da média mundial para o mesmo período, estimada em 4%. Ainda de acordo com o estudo, em 2013, a América Latina registrou um total de 84 milhões de chegadas, o que representou um crescimento de 3% em relação a 2012. Vicente Neto, presidente da Embratur 

Notícias

Do Nordeste para o mundo 28/05/2015

Do Nordeste para o mundo

Embratur une esforços para divulgar a região Nordeste no mercado internacional No último ano, uma série de ações criadas e realizadas pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) tem mostrado a cultura, a gastronomia e os atrativos turísticos nordestinos ao mundo. A realização da BNTM (Brazil National Tourism Mart), evento já consolidado no setor de turismo, é um exemplo da importância da região. Pesquisas coordenadas pela Fundação CTI-NE indicam que, a cada edição da BNTM, o turismo na Região Nordeste tem um crescimento de 8% a 10%. Para o estado anfitrião, esse percentual pode chegar a 14%.“Isso mostra o desenvolvimento do setor no Nordeste e um constante aperfeiçoamento dos estados em busca de um maior envolvimento com o turismo, desde o artesanato até os maiores hotéis. É uma região privilegiada pelo segmento Sol e Praia, mas sabemos que há uma verdadeira amostra da cultura brasileira concentrada no Nordeste e que podemos explorar ainda mais. Não posso deixar de mencionar o quesito receptividade, marca registrada dos nordestinos”, disse Gilson Lira, diretor de Mercados Internacionais da Embratur. O último evento que teve a presença do Nordeste foi no início de maio deste ano, no Chile, em parceria com a operadora chilena ATN. O tema principal do evento, que recebeu 700 pessoas, foi a América do Sul. Para incrementar a divulgação do Brasil, a Embratur distribuiu material promocional e fez apresentações sobre os destinos do Nordeste que são mais demandados no Chile: Salvador, Morro de São Paulo, Costa do Sauipe (BA), Fortaleza (CE), Maceió (AL), praia de Pipa, Natal (RN), Rio de Janeiro e Búzios (RJ). Também em maio, agentes de viagem argentinos participaram de workshop promovido em Córdoba (Argentina) pela Embratur em parceria com a Embaixada do Brasil no país e Comitê Visite Brasil. Durante o evento da ACAV (Asociación Cordobesa de Agencias de Viaje), o Instituto, por meio do EBT (Escritório Brasileiro de Turismo), mostrou, aos 45 participantes do evento, os atrativos turísticos do Brasil, com destaque para a região Nordeste. A estratégia de participação foi de capacitar os agentes e realizar o mapeamento do trade turístico argentino. “A Argentina se consolida como o maior emissor de turistas, com quase 30% dos visitantes que vêm ao Brasil. Divulgar as belezas naturais e a riqueza cultural do Nordeste é de grande importância”, destacou Gilson Lira. Os argentinos estão escolhendo cada vez mais as praias nordestinas de Pernambuco, do Rio Grande do Norte e do Ceará, principalmente depois do lançamento de voos diretos de Buenos Aires para Fortaleza (Gol), Recife (TAM) e Salvador (Aerolíneas Argentinas e Gol). Outro tema em destaque são as tradicionais festas juninas, um dos principais eventos culturais do Nordeste. Na última edição da WTM Latin América, em abril, a Embratur apresentou ações desenvolvidas que apostam na relação entre cultura e turismo para atrair visitantes internacionais ao País. “As estratégias de promoção da Embratur que agregam os festejos juninos ao calendário nacional de promoção turística do País já englobaram ações de comunicação, como a realização de press trips com jornalistas internacionais durante os festejos, na Copa das Confederações, em 2013 e, em 2014. Além disso, a inclusão dos eventos no calendário de ações do Instituto, como a participação em feiras; além de campanhas de publicidade”, destacou Lira. Em dezembro do ano passado, o Comitê Visite Brasil Argentina, em parceria com a Embratur e o Setor de Turismo da Embaixada do Brasil em Buenos Aires, promoveram duas press trips com jornalistas dos principais veículos argentinos para divulgar os segmentos Sol e Praia da região Nordeste do Brasil. Os profissionais estiveram na Praia do Forte, em Salvador (BA), Recife, Olinda, Porto de Galinhas e Praia dos Carneiros (PE). Pouco antes, em outubro, a press trip foi pelas praias alagoanas de Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio e Maragogi. Em setembro, mais jornalistas argentinos estiveram no Brasil para ações de press trip em praias cearenses. Visitaram Fortaleza, Canoa Quebrada e Jericoacoara. Pouco antes, em outubro, a press trip foi pelas praias alagoanas de Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio e Maragogi. Voltado para o mercado alemão, a Embratur participou em novembro, em Frankfurt, do “The Summer Goes Tour 2015”, em parceria com a operadora Thomas Cook. O evento foi voltado para o lançamento dos produtos que foram comercializados pela operadora para a temporada de verão 2015, com foco na promoção dos estados da Região Nordeste, visto que a Companhia Aérea Condor, oferta vôos para Pernambuco, Ceará e Bahia. No carnaval de 2014, o Brasil recebeu cinco jornalistas de cinco países para conhecerem e divulgarem uma das festas mais populares e reconhecidas do mundo. Profissionais da Colômbia e do Peru foram a Recife, Olinda e Salvador. Além do carnaval, o grupo fez passeio a pontos turísticos com intuito de conhecer a cultura regional das cidades. A ação tem o apoio da Secretaria de Turismo de Pernambuco (Empetur).  A cultura de um país é um dos fatores determinantes que o define diante do mundo. No caso do Brasil, a cultura é resultado da influência de vários povos e etnias e das características predominantes em cada região. “Com essas ações, nosso objetivo é ampliar o conhecimento do mundo acerca da cultura nordestina que é um traço marcante no nosso País, destacando o modo de viver da população brasileira, a literatura, os museus, a música e as festas que celebram a brasilidade”, destacou Lira. “Essa miscigenação de culturas regionais é o que faz do Brasil único e que atrai turistas de todos os Continentes. Na Embratur, trabalhamos arduamente para promover e difundir a cultura brasileira pelo mundo”, completou.

Agenda de Eventos

    Indisponível no momento. Tente novamente mais tarde.

  • Portal Visit Brasil
  • Turismo Acessível
  • bannerbrasil2016
Voltar ao topo