Embratur

Notícias

A experiência nordestina no turismo 21/05/2019

A experiência nordestina no turismo

Pernambucano Gilson Machado é o novo presidente da Embratur Com a nomeação publicada nesta terça-feira, 21 de maio, no Diário Oficial da União, o empresário pernambucano Gilson Machado Guimarães Neto é o novo presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). A posse está marcada para 29 de maio, às 18h, em uma solenidade na sede da autarquia, no Setor Comercial Norte, em Brasília. Pela frente, são vários os desafios, entre eles, transformar a Embratur em agência, assunto de primeira ordem no governo federal, e que colocará a promoção internacional do Brasil em outro nível de investimento. "Considero o Turismo um fator fundamental de desenvolvimento econômico, que gera renda e emprego para o país, além de projetar o Brasil no cenário internacional de forma extremamente positiva, mostrando nossas incontáveis belezas naturais, riqueza da história e cultura do nosso povo. Assumo esse compromisso com muita responsabilidade, ainda mais nesse momento que considero único, pois a pasta ganhou protagonismo no discurso governamental", declarou o novo presidente da Embratur. Gilson Machado é recifense, tem 51 anos, e sua formação profissional é em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Ele é conhecido principalmente no Nordeste brasileiro, e atua há mais de 30 anos no setor turístico. Seus negócios nessa área estão localizados em São Miguel dos Milagres e Porto de Galinhas. É membro do trade turístico da Rota dos Milagres e do Convention & Visitors Bureau de Maragogi. O novo presidente da autarquia ainda possui experiência como produtor de eventos e no ramo de radiodifusão, sendo apresentador de um programa voltado para a atividade turística na Região Nordeste. Antes da nomeação na Embratur, Gilson Machado Neto era secretário de Ecoturismo do Ministério do Meio Ambiente. Nessa pasta, ele chegou a atuar também como secretário de Mudança do Clima e Florestas. “Fui coordenador da pasta Turismo no período da transição do governo do presidente Jair Bolsonaro, quando tive a oportunidade de realizar amplos estudos e identificar as demandas mais urgentes nesse segmento. Como empreendedor nessa área, viajo o mundo inteiro, estudando e participando de atividades que geram ‘expertise’ no Turismo. Quero desenvolver ações que considero estratégicas para o reconhecimento e consolidação do Brasil como destino turístico de milhares de pessoas pelo mundo, em especial o ecoturismo náutico”, adianta Gilson Machado Neto. A meta estipulada pelo governo federal para o trânsito de turistas no país, até 2022, é dobrar os atuais 6 milhões de pessoas, ou seja, receber 12 milhões de estrangeiros. Para isso, medidas com a expectativa de geração de resultados imediatos estão sendo colocadas em prática, entre elas, a liberação de vistos para visitantes dos EUA, Canadá, Austrália e Japão, a possibilidade de emissão de vistos eletrônicos para chineses e indianos, a liberação de empresas do exterior para atuarem no mercado de aviação nacional, para gerar concorrência no setor e diminuir os preços das passagens, e o “tax free”, que devolve impostos a turistas estrangeiros no Brasil.  

Notícias

Embratur promove Turismo de Negócios na Alemanha 17/05/2019

Embratur promove Turismo de Negócios na Alemanha

Segmento da atividade turística, aliado ao Turismo de Eventos, movimenta toda a cadeia produtiva e traz recursos para o Brasil A Embratur desembarca na próxima semana na Alemanha para divulgar os produtos e destinos turísticos brasileiros para o mercado alemão durante a IMEX Frankfurt, uma das mais importantes feiras do continente europeu com foco no segmento MICE (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions) e que integra a Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no Exterior. A feira acontece entre os dias 21 e 23 de maio e reunirá mais de 3,5 mil fornecedores de todos os setores da indústria mundial de eventos e convenções. O estande do Brasil ocupará grande espaço no pavilhão que contará também com a presença de agências de convenções nacionais e regionais, grandes empresas hoteleiras, locais para conferências e exposições, linhas de cruzeiro, companhias aéreas, resorts, provedores de tecnologia, especialistas em gerenciamento de eventos e outros. “O Brasil possui um potencial muito grande e real para crescer no mercado de eventos internacionais. A Embratur pode contribuir para captação de mais eventos com a promoção de encontros de articulação e rodada de negócios entre os realizadores e captadores de eventos internacionais, como os Conventions & Visitors Bureaux, rede de hotéis e centro de convenções, além dos estados e municípios brasileiros”, destaca o diretor de Gestão Interna da Embratur, Leônidas Oliveira. Essa semana, a ICCA (Associação Internacional de Congressos e Convenções), divulgou o ranking atualizado do mercado de eventos no mundo. O Brasil manteve a hegemonia no continente sul-americano quando o assunto é realização de congressos e convenções internacionais, em 2018. O país ocupa a 17ª posição geral no ranking. Apesar da queda de uma posição em relação a 2017, a manutenção da liderança na América Latina atesta o potencial brasileiro para o Turismo de Negócios, importante segmento da atividade turística. No ranking da ICCA constam 51 cidades brasileiras que demonstram capacidade para receber eventos internacionais. Desde 2016, o número de cidades aptas a sediar eventos no país apresenta crescimento. “Temos infraestrutura adequada para avançar neste nicho com novos e modernos centros de convenções em todo o país. Vamos divulgar esse potencial para os tomadores de decisão com poder de compra qualificado de todo o mundo, incluindo o valioso mercado emissivo alemão. O objetivo é fortalecer a imagem do Brasil como um destino consolidado no segmento de Turismo de Negócios e Eventos", defende a coordenadora de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa da Embratur, Milena Pedrosa.  O impacto econômico da realização desses eventos no Brasil é significativo. Os 233 eventos no perfil ICCA - reuniões rotativas de associações internacionais - sediados no Brasil em 2018 trouxeram mais de 106 mil estrangeiros ao país, que geraram movimentação de divisas da ordem de R$ 545 milhões. Em 2017, o impacto econômico dos 101 mil turistas de negócios que estiveram no país foi de R$ 497 milhões.     A ascensão dos números se deu, apesar do Brasil ter sediado quatro eventos a menos no ano passado em relação a 2017. Segundo dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o turista de negócios e eventos que participa dos congressos e convenções referendados pela ICCA gasta US$ 329,39 por dia em suas viagens para o Brasil. Como comparação, o turista de lazer gasta, em média, US$ 70,53 por dia. EVENTOS NO MUNDO O relatório da ICCA apontou também que foram realizadas quase 13 mil reuniões em todo o mundo, em 2018. O dado representa um aumento de 3%, se comparado com o ano passado quando o número foi de cerca de 12,5 mil. Trata-se do maior número registrado desde o início das pesquisas da associação internacional. O documento revela crescimento considerável no número de eventos na Europa e Ásia, especialmente na China e Japão. Os Estados Unidos continuam sendo o país que mais recebe congressos e convenções de negócios seguido por Alemanha, Espanha e França. A Bélgica, que ultrapassou o Brasil no ranking, realizou 44 eventos a mais que em 2017. Na América do Sul, a Argentina ocupa a segunda colocação e apresentou crescimento com grande aproximação do número de eventos realizados no Brasil. Entre as cidades, São Paulo é a terceira colocada no continente, atrás apenas de Lima, no Peru, e da primeira colocada, Buenos Aires, capital argentina. No Brasil, além de São Paulo, se destacam também o Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Brasília. O documento anual de classificação de países e cidades da ICCA é a comparação global mais respeitada do desempenho dos destinos na atração eventos internacionais. Fundada em 1963, a Associação Internacional de Congressos e Convenções é a entidade responsável pela administração do maior banco de dados de eventos do mundo. A ICCA representa os principais fornecedores mundiais no manuseio, transporte e acomodação de reuniões e eventos internacionais, e inclui mais de 1,1 mil empresas e organizações associadas em quase 100 países em todo o mundo.

Notícias

Novo voo direto entre Munique e São Paulo é destaque em portal alemão 17/05/2019

Novo voo direto entre Munique e São Paulo é destaque em portal alemão

Veículo especializado ressalta que as novas rotas rumo ao País são um sinal de confiança na retomada econômica do Brasil A companhia aérea Lufthansa anunciou a volta de uma nova rota entre a cidade de Munique, no sul do Alemanha, diretamente para São Paulo. Esta notícia foi destaque no veículo especializado em turismo brasileiro “Brasilien Reise”, que em português significa Viagem ao Brasil. Além disso, a Latam também programa voltar a atuar nesta rota a partir do próximo mês. O veículo alemão mostra a importância do turismo para o Brasil, e cita que o país tem um melhor momento. “As companhias aéreas não pensam em reduzir o número de conexões, pelo contrário, a nova rota é um sinal da confiança das melhorias econômicas no Brasil”, frisou a matéria. Para o diretor de Gestão Interna da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Leônidas de Oliveira, a malha aérea é um dos pontos chaves para a ampliação no número de visitantes internacionais no Brasil. “O Brasil, depende de uma melhor conectividade aérea para atrair os turistas de longa distância, como os europeus”, disse Leônidas de Oliveira. O Ministério do Turismo e a Embratur têm buscado se aproximar das companhias aéreas e também, junto ao Governo Federal, trabalhar em soluções para melhorar o ambiente de negócios, e como consequência, também crescer o número de voos e empresas voando no País”, reforçou o diretor da Embratur. Além disso, a Embratur trata o mercado alemão como prioridade, e está frequentemente realizando ações em parceria com empresários, estados e municípios brasileiros, a fim de promover o País e seus atrativos turísticos. Na próxima semana, a Embratur participa, na Alemanha, da IMEX Frankfurt, uma das mais importantes feiras do continente europeu com foco no segmento MICE (Reuniões, Viagens de Incentivo, Conferências e Exposições) e que integra a Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no Exterior. A feira acontece entre os dias 21 e 23 de maio e reunirá mais de 3,5 mil fornecedores de todos os setores da indústria mundial de eventos e convenções. O estande do Brasil tem grande destaque no evento, e conta com a participação de agências de convenções nacionais e regionais, grandes empresas hoteleiras, locais para conferências e exposições, linhas de cruzeiro, companhias aéreas, resorts, provedores de tecnologia, especialistas em gerenciamento de eventos e outros.  

Videos

Embratur participa de ações na Espanha e abre o calendário anual de feiras

A Organização Mundial do Turismo (OMT) lançou em Madrid, capital da Espanha, o Centro Global de Inovação Turística - mecanismo criado para identificar e dar visibilidade às empresas que estão liderando a transformação do setor turístico em todo o mundo na era digital. A cerimônia, realizada dia 22 de janeiro, marcou a véspera da abertura da 39ª Fitur, Feira Internacional de Turismo de Madrid, uma das maiores do mundo.

Mais Acessadas

Banner Governo

  • Portal Visit Brasil
Voltar ao topo