EMBRATUR

Notícias

Famtour com trade paraguaio fortalece destinos brasileiros 08/08/2017

Famtour com trade paraguaio fortalece destinos brasileiros

Operadores de viagem, representante de companhia aérea e um jornalista, membros do Comitê Descubra Brasil no Paraguai, participam de famtour promovido pela Embratur Um dos destinos preferidos pelo turista paraguaio, o Rio de Janeiro, será palco de mais um famtour promovido pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), em parceria com a Embaixada do Brasil em Assunção e o Rio Convention & Visitors Bureau. A ação acontece de 9 a 13 de agosto, com nove membros do Comitê Descubra Brasil no Paraguai, entre eles um representante da GOL, companhia que está disponibilizando as passagens aéreas para os participantes, e um jornalista da revista Contacto turismo, principal veículo do trade do mercado.  A realização de famtours (viagem de familiarização com operadores e agências de turismo para promoção de destinos turísticos) são excelentes para os operadores conhecerem o que há de novidades no destino. No Rio de Janeiro, muita coisa mudou para melhor na infraestrutura turística, isso ajuda a fortalecer o turismo brasileiro”, garante o diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística do Instituto, Gilson Lira.   Durante a estadia no Rio de Janeiro, os paraguaios irão visitar os principais pontos turísticos da cidade que é o cartão de visita do Brasil, como Cristo Redentor, Corcovado, rede hoteleira e novos produtos, como Museu do Amanhã e AquaRio. Além disso, farão um tour pelo novo RIOGaleão, aeroporto de embarque e desembarque dos visitantes do Paraguai.  “A Embratur quer apresentar os destinos turísticos mais consumidos pelos latino-americanos e o Rio de Janeiro tem grande potencial de sol e praia, belezas naturais e cultura que atrai esse público. O famtour, e os demais eventos realizados em parceria com o Comitês Descubra Brasil, ajuda a mostrar àqueles que comercializam os pacotes de viagens os benefícios de ter em suas prateleiras um dos destinos mais conhecidos no mundo, por exemplo”, explicou Leila Holsbach, assessora da Diretoria da autarquia.    Ações no mercado  A Embratur promove diversas ações com os vizinhos paraguaios. São press trips, famtours, workshops, roadshows e capacitações. O Brasil participa todos os anos na FIT Paraguai, a feira internacional de turismo mais importante do país e uma das mais prestigiadas na região. Este ano a feira acontece de 13 a 15 de outubro, com presença confirmada do Instituto, que levará atrativos turísticos e diversificados destinos brasileiros.  

Notícias

Visit Brasil é reformulado e já está no ar 07/08/2017

Visit Brasil é reformulado e já está no ar

O site de divulgação do Brasil com foco no exterior apresenta facilidade na navegação e está mais intuitivo  O novo portal Visit Brasil (www.visitbrasil.com) já está no ar. O site de promoção turística da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), com foco no visitante estrangeiro, passou por reformulação e traz mais de 900 conteúdos com base em experiências vividas em destinos e atrativos turísticos no País.  De acordo com o coordenador-geral de Marketing Digital da Embratur, Tiago Tomazella, o novo portal oferece ao visitante a possibilidade de acompanhar histórias e serve de inspiração para uma visita ao Brasil. “O layout sofreu poucas alterações. O principal diferencial é que o site está muito mais completo e mais fácil de encontrar um conteúdo personalizado de acordo com o interesse do usuário. Já na página principal é possível encontrar diversas informações relevantes para programar sua viagem”, explicou.  Além do grande número de textos informativos sobre as cidades e os produtos brasileiros, são mais de 20 dicas de eventos tradicionais que acontecem no País e quase 30 atividades que o turista estrangeiro pode filtrar informações dos locais por segmento, como cultura, ecoturismo, aventura, sol e praia. O portal indica, também, atividades esportivas e de interesses específicos: locais e datas propícias para observação de baleias, destinos especializados em voos livres, entre outros.   Ainda segundo Tomazella, com base em experiências vividas em atrativos turísticos no País, o novo Visit abriga um blog em sua plataforma com conteúdos editoriais produzidos por blogueiros e influenciadores digitais do Brasil e do mundo. “Além disso, ao clicar em qualquer conteúdo, o visitante tem a possibilidade de acompanhar mais detalhes sobre outros destinos e atrações e se inspirar durante sua visita à plataforma em conteúdos disponíveis no próprio portal. O blog faz esse link com o site”, explica o coordenador da Embratur.    Inovação e mobilidade  Planejado com o conceito de mobile first, o portal procura atender as necessidades os milhões de viajantes que buscam, anualmente, o Brasil como destino. A plataforma apresenta, nos idiomas português, inglês e espanhol, informações relevantes dos destinos, dicas de acessibilidade, cultura, gastronomia, além de roteiros integrados, vídeos, fotos ilustrativas e espaço dedicado ao clima, temperatura e segurança. A ferramenta também interage com os conteúdos dos sites das secretarias estaduais e municipais de turismo e, também, de atrativos turísticos brasileiros.  Para construir esse modelo, a Embratur levantou tendências turísticas nacionais e internacionais, consultou agentes de viagem e secretarias estaduais, além de realizar benchmark com portais de turismo mundiais.   Acesso ao Visit No novo Visit Brasil, 58% dos acessos são de pessoas que fazem pesquisas sobre o Brasil no Google. Além disso, o Google Analytics mostra que 1/3 dos visitantes entram no site direto por meio do link original (www.visitbrasil.com). “Isso significa que o portal está sendo bem divulgado nos eventos e nas demais ações de promoção do País promovidos pela Embratur”, afirmou o presidente do Instituto, Vinicius Lummertz.  

Artigos

15/08/2017

Fazer do país uma potência do turismo

A conceituada revista "Condé Nast Traveler", dirigida ao turismo de alto padrão, elegeu o Brasil como o país mais bonito do mundo. O canal mundial de notícias CNN escolheu o povo brasileiro como o mais "cool" do planeta. A respeitada "Wanderlust", publicação inglesa especializada em ecoturismo, fez uma enquete com celebridades de diversos segmentos, e o chef Michel Roux Jr, apresentador da rede de TV BBC, foi categórico: destaque na gastronomia é o Brasil. Na pesquisa que o Ministério do Turismo realizou com os turistas no Rio de Janeiro ao final dos Jogos Olímpicos, mais de 95% declararam que pretendiam voltar ao país. Na contramão, a crise política e a falta de segurança, em especial no Rio, não escapam ao olhar frio das câmeras e, consequentemente, ao olhar globalizado da mídia. Enfrentar com vigor os problemas de segurança e, ao mesmo tempo, trabalhar com muito mais empenho e recursos a promoção são as tarefas urgentes, e gigantes, que se impõem. É preciso reconhecer que incentivar o turismo é uma prioridade para virar a página negativa do noticiário sobre o Brasil, que percorre o mundo. Ainda mais se considerarmos o impacto dessa atividade na geração de negócios: movimenta 52 setores da cadeia produtiva, é responsável pela garantia de cerca de 10% de empregos (entre diretos e indiretos) e gera riquezas na ordem de 8% PIB. Estamos, porém, nas últimas posições no ranking de países no que diz respeito às condições de investimento em turismo. Com a missão de promover internacionalmente a imagem do Brasil, a Embratur conta com uma única fonte de recursos, o Orçamento da União, que vem sofrendo uma série de cortes e contingenciamentos. Em 2016, o valor não passou de 20% do total que era destinado há sete anos.  Enquanto países vizinhos gastam cada vez mais em promoção internacional e modernizam as estruturas de seus organismos, atuamos na contramão dessa história. A Argentina investiu no ano passado US$ 36 milhões, a Colômbia, cerca de US$ 48 milhões, e o México, mais de US$ 400 milhões. Todos eles apresentam fluxos turísticos internacionais sólidos e crescentes. Em 2016 sobrou para a Embratur aplicar na promoção internacional (campanhas de mídia, feiras, press trips) menos de US$ 17 milhões. Com isso, continuamos a patinar na faixa dos 6,6 milhões de turistas internacionais anuais, enquanto os países vizinhos vêm avançando. Uma solução está prestes a ser analisada pelo Congresso Nacional, o projeto de lei 7425/2017, que propõe a transformação da Embratur em um serviço social autônomo. Como autarquia não há possibilidade, por exemplo, de contratar pessoal qualificado no exterior, nem firmar convênios ou parcerias com a iniciativa privada. Os parlamentares brasileiros estão sensibilizados sobre a importância dessa mudança. É preciso abrir bem os olhos e enxergar o turismo como uma grande ferramenta capaz de alavancar a economia e superar a recessão, a exemplo de outras nações. Espanha, Portugal e, mais recentemente, Tailândia saíram de graves crises econômicas e retomaram o crescimento dessa maneira. De acordo com o Fórum Econômico Mundial e a Organização Mundial de Turismo, temos, entre todos os países do mundo, o maior potencial de belezas naturais e o oitavo em riqueza cultural. Ao não desenvolvermos as vantagens que temos, estaremos enganando os próprios brasileiros. O país mais lindo do mundo, o mais "cool", o da mais exuberante natureza e diversificada cultura e gastronomia tem uma obrigação: transformar-se em potência mundial do turismo. VINICIUS LUMMERTZ, cientista político, é presidente da Embratur.  Artigo publicado originalmente na Folha de S.Paulo, edição 15 de agosto de 2017. 

Mais Acessadas

Governo

  • Portal Visit Brasil
  • Turismo Acessível
  • bannerbrasil2016
Voltar ao topo